Eduardo Paes no Mesa Viva ( Foto: Gabriel Subtil )
Eduardo Paes no Mesa Viva ( Foto: Gabriel Subtil )

São 25 ações para os primeiros dias de governo. Este é objetivo do Plano dos 100 Dias, elaborado por Eduardo Paes, candidato pelo Democratas a prefeito do Rio em 2020. O candidato a prefeito também definiu propostas nas áreas da educação, saúde, segurança urbana, transportes, emprego e renda para o Rio voltar a dar certo.

Ao enumerar as primeiras medidas de seu mandato, Paes priorizou itens que considera primordiais para atender a população do Rio, como preparar as Clínicas da Família para a campanha de vacinação contra COVID-19 e iniciar as ações voltadas para o programa de assistência e apoio à saúde mental, com o objetivo de reduzir os quadros de depressão e ansiedade causados pela pandemia; garantir o abastecimento de medicamentos e outros materiais de consumo nas unidades de saúde e retomar o funcionamento adequado do programa Cegonha Carioca, implantado em 2011, durante sua primeira gestão como Prefeito do Rio.

Também são metas prioritárias o início do Programa Conect@dos, com a distribuição de tablets e internet móvel para os alunos da rede pública com problemas de acesso às aulas online; o planejamento do programa “2 anos em 1” para a volta às aulas, focado no diagnóstico da rede, acolhimento e reforço escolar; a retomada da entrega de uniformes e kit escolar para todos os alunos da rede pública, como já havia feito na gestão anterior à frente da Prefeitura; a recontratação de, pelo menos, 500 novos professores para suprir a falta emergencial de profissionais na rede; e a implantação do Programa Saúde nas Escolas.

Quanto aos transportes públicos, Eduardo Paes pretende revisar o projeto de racionalização do sistema de ônibus, reintroduzindo algumas linhas que foram extintas, e dar início à auditoria sobre a operação das concessionárias para identificar irregularidades relacionadas ao abandono de linhas e/ou de redução de ônibus circulando nas ruas. Também quer fazer uma avaliação detalhada dos custos necessários para reabrir, com segurança, a ciclovia Tim Maia em toda sua extensão.

Em relação ao BRT, Paes quer apresentar o Plano BRT com Dignidade para garantir o funcionamento adequado dos ônibus com segurança, ar-condicionado, frota bem conservada e sem longas esperas nas estações; e pretende implantar o Programa Segurança Presente em todas as estações dos ônibus rápidos ou, pelo menos, garantir a presença da Guarda Municipal. Também quer concluir as obras do BRT Transbrasil para que esteja funcionando até o final de 2022; criar o BRT Rosa, e implantar câmeras de segurança nas estações de BRT e nas frotas de ônibus das linhas com maior histórico de vandalismo.

Para garantir mais segurança à população, o candidato a prefeito quer revisar todo o sistema de patrulhamento e supervisionar a rotina diária dos guardas municipais nas ruas do Rio, reforçando a presença deles, junto com a PMRJ, nos principais pontos turísticos da cidade; ampliar o programa Segurança Presente em Bangu e Campo Grande e rever a implantação de lâmpadas de LED na cidade, a fim de priorizar as áreas mais afetadas por problemas de segurança.

Entre outras ações, Paes quer criar um fundo da Prefeitura para garantir a oferta de crédito a micro e pequenas empresas, principalmente restaurantes e comércios de rua afetados pela pandemia; revisar a lei que aumentou o IPTU na cidade, em especial nas Zonas Norte e Oeste da cidade; planejar a restauração do campus da Gama Filho e avaliar áreas no Porto Maravilha, que possam ser transformadas em centros de capacitação e qualificação dos setores de turismo, tecnologia, saúde, audiovisual e construção civil. Também dará início ao planejamento dos programas de revitalização da Avenida Brasil, da retomada de frentes de trabalho nas comunidades (Guardiões dos Rios, Agente Comunitário de Saúde e Garis Comunitários) e da oferta de vagas de estágio nos moldes do Jovem Aprendiz, favorecendo a experiência profissional antes do ingresso no mercado de trabalho.

7 COMENTÁRIOS

  1. Crivella, foi ótimo, fez uma coisa que nenhum prefeito fez desde 1977! Aumentou em 48% o IPTU acabando com a vida de muitas pessoas. Esse vai para o céu ou inferno na hora de prestar suas contas com Deus? Não é difícil saber a resposta.

  2. Também gostaria de ter melhores opções de candidatos capacitados tanto para administrar uma cidade complexa e cheia de problemas gravíssimos, somadas a certeza de conseguir tirar o incompetente Crivella da vida dos cariocas.

    Entre a cruz (Crivella) e a espada (Paes), prefiro a espada.

    Como a corrupção endêmica se tornou o novo normal no Brasil, pq sai ladrão entra ladrão, pelo menos vou votar naquele que rouba mas faz. Triste sina dos cariocas e dos brasileiros.

  3. Muita cara de pau mesmo desse sujeito, que sucateou o sistema de trasporte público do Rio, insitgou a guarda a só arrecadar multas, espalhou radares pela cidade, e pior vigas tiradas de uma obra sumiram sem que o ex prefeito sequer soubesse para onde foram. Governou com recursos federais e só fez ações desastrosas para para o Rio, causou endividamento, o maior em uma década. Aliado de cabral saiu do Rio quando a coisa pegou indo morar nos EUA.

  4. Não entendo como esse candidato é querido pela população, parece que quanto mais a cidade se afunda, mais eles adoram. Em todo ano de eleição para cargo executivo tanto na capital fluminense como no Estado em si, esse sujeito se candidata afim de piorar o que já estava ruim, sempre com o discurso bonito e encantador pra fazer a cabeça dos desavisados e leigos.

  5. O sujeito destruiu o sistema de transporte numa licitação para favorecer alguns, racioanalizou linhas de ônibus e agora fala em recriar linhas, fez obras que duraram 4 anos só para se reeleger, criou um sistema BRS q hoje está sucateado e depredado por mau planejamento e objetivo eleitoreiro, criou um sistema de VLT que sabidamente não teria grande público por estar numa área onde muitos se locomovem a pé e comprometeu a prefeitura em contrato a pagar a diferença entre passageiros transportados e os 260 mil /dia previstos em contrato, não disse até hoje onde foram parar as vigas da perimetral, enfim, não deixou nada de qualidade na cidade mesmo com o mundo de dinheiro q teve disponível em razão da copa do mundo e da olimpíadas.

    • Não apenas isso, esse mesmo indivíduo vem falar de ar-condicionado no ônibus, mas durante o mandato na prefeitura dele ocorreram sucessivos aumentos no valor da passagem com a justificativa de climatizar toda a frota e não somente isso não fui cumprido quanto esse mesmo político foi multado por não cumprir essa promessa de campanha.

  6. Muita cara de pau este cara se candidatar novamente. O povo não se esqueceu da fatídica ligação com o presidiário Lula.O povo carioca sempre votou mal. Vamos ver como vai ficar.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui