Foto: Renan Olaz/CMRJ

Parece que a questão da Segurança Pública é uma prioridade do prefeito Eduardo Paes (DEM). Hoje, na Câmara dos Vereadores, após apresentar mensagem contendo a avaliação da situação fiscal, administrativa e econômica da cidade, anunciou que vai se reunir com os parlamentares, na próxima segunda-feira, no Palácio da cidade, para detalhar os projetos do município. E o destaque é a previsão de armar a Guarda Municipal.

Vale ressaltar, que não é armamento de todos os GMs, e sim uma equipe especializada e treinados. Os atuais guardas, dificilmente, passariam a usar as armas, já que o concurso que prestaram, não previa o uso de armas letais.

Paes também quer a instalação de 10 mil câmeras de segurança em toda a cidade. O que pode ser mais um passo para uma cidade mais conectada e ajudando a diminuir a criminalidade de rua, desde que haja bons técnicos por trás das câmeras.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Quintino Gomes Freire

Diretor-Executivo do Diário do RIo e defensor do Carioca Way of Life

9 COMENTÁRIOS

  1. Que qualifique o efetivo para tal uso e em primeiro lugar dar o plano de cargos e seus benefícios que perduram a anos por gestões e nada fazem até agora. Câmeras já existiam só que cancelaram contratos e reaver isso ,mais problema é verba ,servidores não receberam 13° até o prezado momento.

  2. Mais uma ação perfeita do Prefeito Eduardo Paes. Mostra uma visão do futuro. Sou totalmente a favor de armar à Guarda Municipal, já passou da hora. Já desempenha outras funções há muito tempo e já existe Lei regulamentando. Muito mais segurança para os agentes e para os munícipes. Todos tem o direito de não serem a favor, porém é necessário se esclarecer sobre o tema. As Capitais onde as Guardas Municipais são armadas, diminuíram e muito os índices de criminalidade. Tentar achar um paralelo entre muitas armas nas ruas, aumento da violência e o armamento da GM Rio, é um contrassenso sem tamanho. Os “contrários,” não falam, não se pisicionam, sobre as armas nas mãos dos bandidos.

  3. Se a Cidade do Rio de Janeiro está falida de onde é que vai tirar dinheiro para armar a Guarda Municipal e 10.000 câmeras de segurança? Uma temeridade!! O Paespalho de conluio com o Bolsonazi, mas não diz e usando a mesma tática do Witzel. Quem votou, pois graças a Deus não votei, vai chorar lágrimas de sangue quando as milícias dominarem todos bairros, sejam, zona sul, norte, oeste e Leopoldina. Aí, a Inês é morta.

    • Convênio já foi firmado com a PRF com a doação de 500 pistolas e munições, além de local é logística para treinamento e qualificação dos agentes. O armamento Vai ser gradativo e após aprovação em testes e aptidão e técnica e mental. O papel da GM mudou e hj a maioria de seus agentes desempenham um papel fundamental dentro do ordenamento urbano da cidade e a utilização de armas LETAIS pela corporação vai auxiliar as demais instituições de segurança pública o combate à criminalidade. A cidade o Rio de Janeiro é uma das 4 ou 5 capitais do país que ainda não tem uma GM armada, mesmo com a legislação autorizando. Procure se informar.

  4. Será importantíssimo ter mais uma força de segurança armada protegendo os cidadãos cariocas na luta contra a criminalidade q assola a cidade do Rio de Janeiro. Muito bom!

  5. Sobre as câmeras, recomendo pesquisarem sobre o interessantíssimo trabalho realizado pela startup Gabriel, com serviços de monitoramento de câmeras junto a condomínios da Zona Sul. Torço para que expandam para as demais áreas da cidade… e a Prefeitura poderia ajudar…

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui