Orlando Drummond Seu Peru, o bom exemplo
Orlando Drummond foi se vacinar com orgulho

101 anos. Foram 101 anos. Um século de uma vida voltada para a arte, em tantas formas. Ele ficou famoso pelo Seu Peru, da Escolinha do Professor Raimundo, onde fazia todos gargalharem. Mas marcou minha infância de outra maneira ainda maior, como dublador de tantos e tantos personagens, entre filmes, desenhos e séries.

Orlando era a voz do Scooby-Doo, ALF, Popeye, o Vingador de “Caverna do Dragão”, Puro-Osso, Bionicão, Gargamel. E até do gato guerreiro do He-man. 80 anos de carreira. O homem começou no rádio em 1942, como contrarregra na Tupi. Fez novelas, filmes, e muito mais.

101 anos. Eu sonho em viver mais de 100 anos com a lucidez e a capacidade maravilhosa de trabalhar que esse homem teve. Ainda por cima, com tamanha versatilidade e com aquele bom humor providencial. Isso sim é meta que vale.

Exemplo

Orlando é exemplo e faz parte da história da televisão brasileira. Ainda fez questão de se vacinar. Exemplo, lembra? Pensa comigo, o quanto que esse homem viu e passou? Atravessou diversas fases e se manteve firme. Foi embora porque tudo acaba, afinal, a morte é a única certeza que temos desde o momento em que nascemos.

Porém, o que fazemos nesse caminho, nossa forma de ser e crescer, a intenção real de sermos honestos e não prejudicarmos os outros, a alegria de seguir bons caminhos, de humildade, perseverança e carinho genuíno pelo próximo é o que vai importar no final. É isso que vai fazer diferença na hora do julgamento.

No fim do jogo o rei e o peão voltam para a mesma caixa. Mas alguns ficam eternos com seus feitos, enquanto outros simplesmente serão desfeitos e sumirão na poeira. Adivinha de que lado ficou Orlando Drummond?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui