Pelé comemorando seu milésimo gol no Maracanã em 1969/ Foto: Getty Images

Em dezembro de 2021, o Cazaquistão comemora 30 anos de sua independência. Para celebrar a histórica data, o embaixador Bolat Nussupov manifestou o desejo de ter um encontro pessoal com o ídolo do futebol Edson Arantes do Nascimento, o Pelé. A ideia pode ser ter algum tipo de participação do ex-jogador em alguma das comemorações que certamente existirão em diversos lugares do país.

Bolat Nussupov declarou, ainda, na correspondência enviada, que gostaria de obter um autógrafo do Rei Pelé para exibição em museus do país, pois, segundo ele, Pelé é uma figura muito querida no Cazaquistão.

Aloysio Maria Teixeira Filho, que exerceu o mandato de deputado federal em diversos mandatos e constituinte em 1988, foi o primeiro presidente da Associação dos Embaixadores de Turismo do Rio, é Consul Honorário do Cazaquistão na cidade e endossa o interesse de Bolat Nussupov, representando todo o país. Aloysio quase conseguiu, na época em que foi constituinte, a derrubada da proibição da existência de cassinos no país.

Último país a ficar independente da União Soviética, o Cazaquistão estende-se do Mar Cáspio, a oeste, até as montanhas de Altai, na fronteira leste com a China e a Rússia. Sua maior metrópole, Almaty, é um tradicional centro de comércio, cujos principais monumentos são a Catedral da Ascensão, a igreja ortodoxa russa da era czarista e o Museu Estatal Central do Cazaquistão, que exibe milhares de artefatos cazaques.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui