Para celebrar o Dia Nacional do Defensor Público, vários pontos do Rio serão iluminados de verde

Nesta quinta-feira (19), o Cristo voltará a se iluminado de verde, juntamente com a Roda Gigante, o Museu de Arte do Rio e os Arcos da Lapa

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Thiago Lontra

No dia 19 de maio comemora-se o Dia Nacional do Defensor Público e da Defensoria Pública. A data foi escolhida para homenagear Yves Hélory de Kermartin, doutor em Direito, Teologia, Letras e Filosofia, que dedicou-se, ao longo da sua vida, ao exercício da advocacia em defesa de pobres, órfãos, viúvas e outros desassistidos.

Nascido na Baixa Bretanha, na França, em 17 de outubro de 1253, Yves Hélory de Kermartin era de família nobre. Foi ele quem criou, na Diocese Francesa, a justiça gratuita para aqueles que não podiam pagá-la. Por isso, ele também é conhecido como “advogado dos pobres.”

Santo Ivo de Kermartin foi canonizado pela Igreja Católica e designado como santo padroeiro dos profissionais da área de Direito, especialmente dos advogados.

A data comemorativa do Dia Nacional do Defensor Público é uma alusão ao dia da sua morte, ocorrida em 19 de maio de 1303. A primeira Defensoria Pública do Brasil foi criada, em 1982, no Rio de Janeiro, a partir da Lei nº 635, que foi promulgada pelo, então, deputado estadual Jorge Leite (MDB).

Advertisement

Leia também

Águas do Rio alega não saber sobre situação da Cedae mas presidente foi diretor da empresa – Bastidores do Rio

Antiga garagem da Silveira Martins é vendida por R$19,7 milhões a incorporadora

Na quarta-feira (18), às 19h, o padre Omar Raposo oficiou uma missa aos pés do Cristo Redentor, para comemorar a data. O monumento ficou iluminado de verde, cor que simboliza a Instituição. O religioso contou com a ajuda do primeiro subdefensor público-geral e diácono, Marcelo Leão.

Padre Omar conclamou os profissionais da área a estenderem os braços aos despossuídos e injustiçados que clamam por justiça.

“Do alto do Morro do Corcovado, vamos agradecer a Deus mais uma vez pelos bons frutos e chamar a atenção da sociedade para a importância de estender os braços aos que mais necessitam”, afirmou o religioso.

O evento visibilizou a Campanha Nacional das Defensoras e Defensores, que, desde maio de 2008, estabelece parceria com as associações estaduais e do Distrito Federal, dentre elas a Associação dos Defensoras e Defensores Públicos do Estado do Rio de Janeiro (ADPERJ):

 “A edição deste ano tem como tema ‘Onde há Defensoria, há Justiça e Cidadania’ para destacar a atuação de defensoras e defensores públicos na defesa de direitos da população mais vulnerabilizada no acesso à justiça”, afirmou a presidente da Associação das Defensoras e Defensores Públicos do Estado do Rio de Janeiro (ADPERJ), Juliana Lintz.

Ainda segundo Juliana, a campanha, “também lança luz sobre a importância de fortalecer e possibilitar melhorias para a instituição”. A iniciativa promove ainda ações e mutirões ao longo do ano para esclarecer o cidadão sobre os seus direitos e a forma de usufruir deles.

Nesta quinta-feira (19), o Cristo Redentor voltará a se iluminado com a cor da Instituição, juntamente com a Roda Gigante, o Museu de Arte do Rio e os Arcos da Lapa.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Para celebrar o Dia Nacional do Defensor Público, vários pontos do Rio serão iluminados de verde

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui