Foto: Reprodução/Internet

No começo desta semana, a Prefeitura do Rio divulgou uma informação teoricamente satisfatória para o contribuinte carioca: a possibilidade de pagamento do IPTU de maneira parcelada, em até 12 vezes no cartão de crédito.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Entretanto, como dito anteriormente, a novidade, aparentemente, só é legal na teoria. Isso porque a ”Vamos Parcelar Pagamentos e Correspondente”, empresa que tem oferecido o serviço em postos de atendimento da cidade, tem aplicado taxas que acabam deixando o valor total pago a prazo superior ao do carnê da Prefeitura. A informação é do ”Blog do Berta”, que teve acesso a tabelas enviadas, via WhatsApp, por membros da empresa a uma pessoa interessada no serviço.

Na prática, a Prefeitura do Rio se beneficia da ação, pois vai receber, agora no início do ano, o valor total do imposto que os contribuintes parcelaram no cartão, gerando, assim, antecipação de receitas para o município. Porém, a situação não é vantajosa para o pagante, que acaba tendo que arcar com um valor maior à ”Vamos Parcelar” do que se fizesse sem intermediários.

Segundo a Prefeitura, se o contribuinte aderir ao parcelamento do IPTU por cartão de crédito até esta sexta-feira (07/02), consegue um desconto de 7% em cota única. Isso seria possível pois o valor integral é repassado agora pela ”Vamos Parcelar” ao município.

Todavia, ao olhar a tabela da ”Vamos Parcelar”, o que se percebe é que o contribuinte sai em desvantagem. Diretamente à Prefeitura, o pagante pode optar por 10 parcelas iguais. Assim, perde somente o desconto de 7% do valor à vista.

Confira um exemplo de simulação do pagamento de um IPTU de R$ 10 mil à ”Vamos Parcelar”:

Tabela simuladora referente a valores/taxas da ”Vamos Parcelar” – Foto: Reprodução/Blog do Berta

Optando por pagar à vista com a ”Vamos Parcelar” ao invés de diretamente à Prefeitura, o contribuinte ganha um pouco mais de tempo para quitar, mas a empresa coloca uma taxa de R$ 5,93% em cima do valor.

A partir de duas parcelas, a taxa da empresa já começa em 8,57%. Em 10 parcelas, a taxa chega a 22,1%.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui