Carnaval do Rio de Janeiro - Foto: Reprodução/Internet

Ao que parece, o carnaval carioca de 2020 promete! Uma parceria inédita da Prefeitura do Rio com o Governo Federal pretende fazer da folia do ano que vem a melhor da história da cidade até hoje.

O prefeito Marcelo Crivella esteve reunido com o Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. Na conversa, traçaram como objetivo fazer no Rio um ‘projeto-piloto’ que poderá ser adotado futuramente nas principais capitais que possuem grandes festas com as mesmas características. E, para viabilizar a parceria, será criada uma Força Tarefa entre os 2 governos, visando apurar todas as demandas urgentes, além de propostas para aumentar a força turística da festa.

”Estive com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, para tratarmos de assuntos do carnaval e da segurança dos nossos foliões e turistas. Agradeço o apoio que temos recebido do Governo Federal, que nos garantiu uma festa ainda mais segura e com apoio estrutural necessário para que sejam dias de muita alegria para o povo. Seguimos buscando o melhor para o Rio”, comemorou Crivella.

A Força Tarefa trabalhará em duas frentes: preparação do Sambódromo, com obras e intervenções necessárias para adequar o espaço ao projeto de segurança do Corpo de Bombeiros, e o desenvolvimento de um plano de segurança para o período de carnaval.

Marcelo Crivella e Marcelo Álvaro Antônio – Foto: Reprodução/Internet

Segundo Gutemberg Fonseca, secretário municipal de Ordem Pública, que também participou do encontro, são necessários R$ 8 milhões para as obras emergenciais, que serão finalizadas até janeiro. De acordo com ele, o plano de segurança vai cobrir todo o chamado ”cinturão turístico”, com câmeras, inclusive de reconhecimento facial. Haverá agentes treinados na análise deste tipo de imagem, utilizando também as câmeras de ruas do Centro de Operações (COR-Rio) e da CET-Rio.

”Em 1º lugar temos que agradecer o presidente Bolsonaro por abrir as portas do governo federal para a prefeitura e, mais uma vez, ajudar a nossa cidade. Teremos acesso a toda a tecnologia dos ministérios da Justiça e do Turismo para que a população do Rio e os turistas curtam a festa com tranquilidade. E este movimento deixa claro que o prefeito gosta do carnaval, mas com responsabilidade”, explica Gutemberg.

Além disso, guardas municipais serão treinados com um tipo específico de abordagem para prestar serviço a foliões e turistas, bem como para inibir e reprimir ações criminosas nas ruas do Rio de Janeiro.

Ainda em novembro, Crivella receberá o ministro no Rio para acertar os detalhes da parceria e vistoriar o sambódromo, além de outros pontos turísticos da cidade.

Apesar do otimismo, Prefeitura não ajudará agremiações da Série A

Nesta semana, a Renascer de Jacarepaguá anunciou a paralisação de suas atividades por tempo indeterminado, devido ao não-auxílio por parte da Prefeitura às escolas da Série A do carnaval carioca.

”Somos guerreiros, mas não temos como seguir um trabalho sem o minimo de condições de colocar um desfile digno na rua. Não há dinheiro. É crise e também descaso de quem não entende que a gente tem compromissos, que a gente gera emprego e renda para muitas pessoas. Carnaval não é brincadeira, é seriedade com o público e com quem leva a nossa imagem a 142 países. Nos desculpem, mas somente retomaremos nossas atividades quando houver condições para tal”, informa a vice-presidente Tatiana Mello.

1 COMENTÁRIO

  1. Uma boa iniciativa para o Carnaval ser mais bonito do que já é no Rio seria revitalizar aquele entorno do Sambódromo se estendendo até a Prefeitura e a Cidade Nova. Podiam construir um Museu do Carnaval, shoppings, lojas, etc, ali do lado, sei lá, deixar a região mais bonita para receber os turistas, pois o entorno do Sambódromo é uma área e região extremamente abandonada e degradada.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui