Parceria entre app e laboratório cria nova fonte de renda para taxistas no Rio

Motoristas qualificados pela empresa Vá de Táxi poderão atender demandas de transporte do laboratório de análises clínicas Labi Exames

A plataforma Vá de Táxi, pioneira em serviços de mobilidade por aplicativos no Brasil, anunciou uma parceria para aumentar o leque de serviços prestados pelos taxistas parceiros. A partir de novembro, motoristas selecionados e qualificados pela empresa passarão a atender demandas de transporte do laboratório de análises clínicas Labi Exames, como coleta de materiais biológicos e deslocamento de profissionais de saúde para realização de exames em domicílio. O projeto piloto vai atender as cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e municípios do interior paulista, mas a previsão da Vá de Táxi é de que o serviço seja expandido gradativamente para as demais localidades onde a plataforma e o laboratório atuam.

Apesar do recente crescimento da demanda por táxis, nos últimos meses, a CEO da Vá de Táxi, Glória Miranda, afirma que a nova parceria dá sequência a uma série de ações implementadas pela empresa desde o início da pandemia para que os motoristas que utilizam a plataforma ampliem seus ganhos. Em junho, a plataforma já havia qualificado seus colaboradores e expandiu seu atendimento para assistência técnica de veículos. “Queremos que as pessoas entendam que o taxista não é apenas um motorista de carro. Ele também pode executar, com qualidade e segurança, diversas outras tarefas importantes com o seu veículo de trabalho. E mesmo com o setor de mobilidade por táxi retomando o protagonismo, o atual cenário econômico exige novas possibilidades de renda”, diz.

Segundo o diretor de Projetos e Operações da empresa, Igor Donadio, para os taxistas, não haverá custos adicionais para adequação ao serviço. “A base de motoristas qualificados pela Vá de Táxi não precisará gastar com nada, precisam somente do carro. O treinamento também é gratuito”, explica. Ainda de acordo com ele, cada corrida terá um valor fixo estipulado entre as empresas, mas que podem variar para mais dependendo de quanto a quilometragem ultrapassa a média prevista.

O presidente do Labi Exames, Marcelo Noll Barboza, conta que o Labi nasceu com o propósito de tornar práticos e acessíveis os serviços de saúde de qualidade como exames, testes, checkups e vacinas. “Como muitas pessoas continuam receosas em sair de casa ou às vezes têm outras comorbidades que as impedem, percebemos a necessidade de oferecer um serviço mais completo. No caso do segmento laboratorial, há uma carência no quesito transporte. Essa parceria vai facilitar o deslocamento dos nossos profissionais para atendimento em residências ou em casos em que o cliente necessite apenas de enviar algum material para análise. É mais conforto para eles e mais renda para os taxistas”, afirma.

Para essa e outras histórias, siga meu Instagram @marketingeoutrashistorias

Renata Granchi é jornalista e publicitária com mestrado em psicologia. Passou pela TV Manchete, TV Globo, Record TV, TV Escola e Jornal do Brasil. Escreveu dois livros didáticos e atualmente é diretora do Diário do Rio. Em paralelo, presta consultoria em comunicação e marketing para empresas do trade.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui