Carnaval Rio 2019 - Imperatriz Leopoldinense - Gabriel Nascimento | Riotur

Após a apuração do resultado do Carnaval carioca de 2019 e o rebaixamento da Imperatriz Leopoldinense e do Império Serrano, escolas tradicionais e de muitos títulos, começaram os rumores de que o rebaixamento poderia ser revertido, assim como ocorreu em 2017 e 2018.

Contudo, o presidente da LIESA, Jorge Castanheira, e o presidente do Conselho Deliberativo da instituição, Fernando Horta, afirmaram à imprensa que não há qualquer discussão nesse sentido e que não haveria qualquer justificativa para que isso ocorresse.

Além disso, a LIESA assinou termo de conduta com o Ministério Público que garante que um eventual cancelamento do rebaixamento por força maior teria que ser comunicado antes da apuração, o que não ocorreu.

Ouça os podcasts do Diário do Rio

O presidente da Imperatriz Leopoldinense, Luiz Drummond, disse que “caiu, caiu”, afirmando que vai respeitar o resultado. A Imperatriz é a que tem mais força política entre as rebaixadas e que poderia buscar iniciar esse processo.

Como se pode ver, parece que esse ano o rebaixamento do carnaval vai vingar. Imperatriz e Império desfilam na Série A e Estácio de Sá sobe para o Especial, que teria 13 escolas em 2020 e teoricamente 12 escolas em 2021, voltando ao número total de 2017.

1 COMENTÁRIO

  1. Tenho dúvida. ainda mais depois que escutei que só o Império Serrano desceria pára a Série A? permanecendo a Imperatriz. eu acho que o Luizinho Drummond tá fazendo jogo de cena e acho que o ideal seria em 2020 caindo uma pra Série A e subindo duas. mas poderemos ter novidades nesses próximos dias.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui