Com a confirmação da desistência de Marcelo Freixo à disputa da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, o Psol já se movimenta para escolher um novo quadro. O Pastor Henrique Vieira é um deles. Henrique confirma o interesse do partido, mas diz que ainda não decidiu.

“Fui consultado por alguns setores do partido como uma possibilidade para o cumprimento da tarefa de candidatura à Prefeitura no Rio. Outras candidaturas já haviam sido apresentadas antes da recente decisão do Marcelo. A escolha sobre quem representará o PSOL na disputa municipal será tomada pelo partido, através de suas instâncias, de maneira coletiva e democrática. Isto ainda não aconteceu e, os esforços partidários estão voltados, prioritariamente, para os efeitos da Pandemia em nossa cidade”, disse Herique.

O Pastor falou, ainda, sobre a postura de Marcelo Freixo e de seu partido, o Psol, diante da atual situação do país.

“Marcelo Freixo, meu professor e amigo, desistiu formalmente da sua candidatura à Prefeitura do Rio para se dedicar a importante tarefa nacional de combate ao autoritarismo e ao fascismo no Brasil. Afirmo que é tempo de unidade na luta contra o autoritarismo e o fascismo no Brasil. Precisamos ter capacidade de diálogo para afirmar valores democráticos e coragem para apontar caminhos de uma sociedade democraticamente construída, economicamente justa e ecologicamente equilibrada. Reagindo com maturidade diante da gravidade do tempo presente, renovando nossa capacidade de sonhar e lutar por um futuro radicalmente diferente. Seja como for, é na luta que a gente se encontra, aquela feita com brilho nos olhos, paixão pela humanidade, compromisso com os pobres e o amor como atitude revolucionária”, contou Henrique.

Ator, escritor, colunista do Mídia Ninja, professor de história e sociologia, Henrique Vieira é um dos nomes fortes do partido no Rio de Janeiro.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui