Foto:Cleomir Tavares/ Diario do Rio

O humorista Paulo Gustavo, que faleceu na terça-feira, 4/5, pode ganhar mais uma homenagem. A estação do metrô do Jardim de Alah, que fica no Leblon, poderá ser rebatizada para levar seu nome de Paulo Gustavo. A homenagem ao ator e humorista que morreu vítima da covid-19 é iniciativa do deputado Sérgio Fernandes (PDT), que apresentou projeto de lei 4120/2021, nesta sexta-feira (07/05) para ser analisado pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

A homenagem se junta a outras na cidade do Rio em Niterói, como mudar o nome da Ponte Rio-Niterói de Ponte Costa e Silva para Ponte Paulo Gustavo, o Teatro Imperator que mudaria o nome de Teatro Paulo Nogueira para Teatro Paulo Gustavo e a escadaria da Câmara dos Vereadores que ganharia o nome de Escadaria Paulo Gustavo e um busto do ator.

A estação passaria a se chamar “Jardim de Alah – Paulo Gustavo”. O texto destaca o personagem Valdomiro Lacerda, ex-morador do Leblon que passa a morar no Méier para fugir da polícia, interpretado pelo ator na série “Vai que Cola”.

Foi um dos personagens mais icônicos da carreira do Paulo Gustavo, que fez do Méier um dos bairros mais conhecidos no Brasil. A escolha da estação Jardim de Alah, no Leblon, é uma forma de homenagear – através da história de um dos seus personagens de grande sucesso – o grande ator e humorista Paulo Gustavo, que trouxe muito mais que sorrisos para as pessoas que acompanharam seu trabalho“, justifica Sérgio Fernandes.

A proposta passará pelas comissões temáticas da Alerj, como Orçamento, Finanças, Fiscalização Financeira e Controle, de Assuntos Municipais e de Desenvolvimento Regional, de Transportes e de Constituição e Justiça. Depois, será votada em plenário. Caso aprovada, será encaminhada para sanção do governador Cláudio Castro (PSC).

2 COMENTÁRIOS

  1. Nada a ver. Mudar o nome do teatro Imperator é uma justa homenagem porém a estação Jardim de Alah não tem nenhuma conexão com o ator.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui