O ex-presidente da ALERJ, e atual residente do Bangu 8, Paulo Melo (MDB) vai poder cumprir o restante de sua pena no regime semi-aberto. O direito foi concedido pelo juiz da Vara de Execuções Penais do Rio de Janeiro, Rafael Estrela. Nesta terça, 10/12, mais cedo foi concedido o Habeas Corpus ao ex-governador Pezão.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

De acordo com Lauro Jardim/O Globo, A justificativa é de que Melo “cumpriu o tempo de pena necessário para progredir de regime em 07/12/2019”, e que “sua ficha disciplinar atual não noticia faltas graves”.

No entanto, a defesa de Paulo Melo deve solicitar que a novo regime seja cumprido em casa e não no presídio. Com a saída do regime fechado, o ex-deputado precisa deixar a carceragem de Bangu 8 e ir para outra unidade prisional.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui