Divulgação

Estreia neste sábado (27/03), às 21h. com transmissão pelo YouTube, a peça “A melhor versão”, de autoria de Julia Spadaccini. A obra foi encenada e gravada no Teatro de Câmara e Sala Eletroacústica, na Cidade das Artes, durante 9 dias e seguindo protocolos de segurança contra a Covid, inclusive com testagens de atores e membros das equipes de trabalho.

Ana Paula Secco, Armando Babaioff e Michel Blois compõem o elenco de “A melhor versão” cujo texto aborda os 50 anos da história da família formada por Osmarindo (Babaioff), Gilda (Ana Paula) e Gilsinho (Michel), com destaque para os anos de 1976, 1985 e 2020.  Com forte inspiração na obra de Nelson Rodrigues, Julia Spadaccini, articula as trajetórias dos seus personagens destrinchando as sutilezas psicológicas deles.

Cidade de Artes, onde “A melhor versão” foi filmada

Spadaccini destaca que o intuito do texto é fazer o espectador se questionar sobre a validade dessa “melhor versão” e aos interesses de quem ela atende. No transcurso da peça é possível ver a existência de uma pressão que atinge a todos e não que diz respeito apenas ao desempenho de papéis sociais. Na realidade, atende a uma ordem social que pretende regular os comportamentos dos indivíduos. “A narrativa de pai, mãe e filho como fonte inesgotável de reflexões ainda atrai o público nacional”, afirma Julia Spadaccini.

“A melhor versão” poderá ser vista através do link http://www.sympla.com.br/amelhorversao, gratuito, até 30 de maio. A transmissão também contará com a inclusão de libras. Após a sessão de estreia, será realizado um bate-papo com os criadores do projeto, que oferecerá 2 oficinas gratuitas; uma de produção, ministrada pela produtora Liliana Mont Serrat; e outra de atuação, ministrada pelo ator Michel Blois.

Ana Paula Secco, Armando Babaioff e Michel Blois compõem o elenco de “A melhor versão” cujo texto aborda os 50 anos da história da família formada por Osmarindo (Babaioff), Gilda (Ana Paula) e Gilsinho (Michel), com destaque para os anos de 1976, 1985 e 2020.  Com forte inspiração na obra de Nelson Rodrigues, Julia Spadaccini, articula as trajetórias dos seus personagens destrinchando as sutilezas psicológicas deles.

Spadaccini destaca que o intuito do texto é fazer o espectador se questionar sobre a validade dessa “melhor versão” e sobre os interesses de quem ela atende. No transcurso da peça é possível ver a existência de uma pressão que atinge a todos e não que diz respeito apenas ao desempenho de papéis sociais. Na realidade, atendem a uma ordem social que pretende regular os comportamentos dos indivíduos. “A narrativa de pai, mãe e filho como fonte inesgotável de reflexões ainda atrai o público nacional”, afirma Julia Spadaccini.

“A melhor versão” poderá ser vista através do link http://www.sympla.com.br/amelhorversao, gratuito, até 30 de maio. A transmissão também contará com a inclusão de libras. Após a sessão de estreia, será realizado um bate-papo com os criadores do projeto, que oferecerá 2 oficinas gratuitas; uma de produção, ministrada pela produtora Liliana Mont Serrat; e outra de atuação, ministrada pelo ator Michel Blois.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui