Foto: Flávio Marroso/CMRJ

Porque não quero Lula, nem Bolsonaro, na Presidência. Porque é hora de termos um Brasil independente.

Busco um presidente que encare com seriedade e responsabilidade o cargo que ocupa. Um candidato que entenda que o brasileiro não precisa de medidas populistas, mas sim de liberdade para viver, para trabalhar, e para crescer na vida da forma que quiser.

Busco um novo caminho para tornar o Brasil independente da incompetência e corrupção, de posicionamentos autoritários e de crises que parecem sem fim.

O que temos hoje no país não representa renovação ou “luta contra o establishment” – é apenas mais um governo preocupado em governar para poucos, distribuir culpas e posar como “salvador da pátria”. Essa forma de fazer política nos levou a despencar da 6ª para a 13ª posição entre as maiores economias do planeta. Hoje, a inflação é a maior em 21 anos. Se não virarmos a página agora, construirmos uma 3ª via e começarmos a semear boas medidas econômicas, reformas, redução de impostos e segurança jurídica, não teremos um futuro positivo no horizonte.

Levantamento publicado pela VEJA revela que no quadro eleitoral atual ainda há espaço de sobra para a construção de uma candidatura capaz de romper a polarização. Quando não há indicação de nomes, há mais entrevistados sem candidato do que eleitores declarados de Lula ou Bolsonaro. Uma massa superior a 25% da população não está disposta a votar em nenhum dos dois “favoritos”.

O cantor Paulinho da Viola extravasa em seu Twitter – “É urgente que a sociedade e as lideranças políticas se organizem para garantir a integridade da nossa democracia e de nossas instituições. Quem apoia ou passa pano para esse absurdo também é responsável. Estão atacando as instituições, tensionando ao extremo. Tudo incentivado pelo Presidente populista e inconsequente que temos.

Nesse domingo, junte-se a milhões de brasileiros para pressionar pela abertura do processo de impeachment. Vamos todos de branco deixar de lado diferenças partidárias e mostrar nossa força de forma pacífica.

Um Brasil independente é um Brasil livre por inteiro. Vamos todos às ruas no dia 12/09. Às 10h, em frente ao Posto 5 em Copacabana. Estarei lá!

7 COMENTÁRIOS

  1. kkkkkkk Quem são? De onde vêm? Uma mistura de CIRO MANDETTA AMOERDA. No final levarão bonitinho Lula na veia , e o Ciro por detrás dos bastidores com pelo menos uns dois ministérios lulopetistas pra roubar, botando todos eles pra correr com retroescavadeira kkkkkkkk. Esses mostram forte tendência pra ZUMBIS escravizados pelo PCC há tempos em conluio com o cafajeste Ciro. Deixem o povo de fora disso! Vcs estão mortos (fantasmas brancos) e não sabem.

  2. Um menino buscando se afirmar como homem, à custa de detratar quem já aprendeu que as coisas não são tão simples quanto o colinho da mamãe…

  3. Até parece que estatística da Veja esquerdopata serve para dar fundamento a algum argumento…
    NÃO SE PODE DISTRIBUIR LIBERDADE, COMO SE DISTRIBUI BALAS E DOCES…
    Antes, temos que amadurecer, ter RESPONSABILIDADE sobre nossas próprias vidas, em vez de viver dependendo de um Estado agigantado e perdulário.
    Como diminuir o tamanho do Estado, antes de reduzir a quantidade de sanguessugas que compõe o aparelhamento socialista das instituições brasileiras e que não querem largar o osso das benesses e compadrios e lutam contra qualquer um que lhes tire a boca livre dos cofres públicos?
    Ora, é muito demagógico e piegas falar em democracia, mas não largar mão da dependência e garantia de renda oferecida por um Estado, que só sabe esbanjar o dinheiro público, para subornar corpos e mentes, enquanto o povo não tem qualquer retorno dos seus impostos, porque o governo gasta tudo em populismos, clientelismos e assistencialismos, para manter o voto de cabresto dos pedintes de esmolas dadas com o seu próprio dinheiro.
    Vamos deixar de achar que vamos melhorar alguma coisa sendo hipócritas e irresponsáveis…

  4. Parece discurso de candidato derrotado em eleição de Grêmio estudantil…
    O Brasil precisa de um estadista. De uma liderança clara que seja mediador de conflitos. Não de discursos brancos (vazios).

    • Por acaso eu sou a mãe, sou contra o partido NOVO, meu voto jamais seria em candidato do partido novo.
      Por favor não envolva mãe nenhuma de nenhum politico, pois vc nem conhece a historia daquela mãe.Sou contra o PARTIDO NOVO E TODOS QUE FAZEM PARTE.
      Fora Amoedo!!!
      Fora Partido Novo!!!

      • Kkkkkk valeu!!!
        Mas pensei q vc fosse a mãe do vereador!!!!Kkkkkk
        Engraçado como eu com 30 anos já não acreditava mais em unicórnios,fadas e etc….e agora esses “adolescentes “tardios acreditam ainda!!!É muita infatilização,muito toddynho,danoninho,leite com pera acho!!!
        Com 30 anos já tinha caído na real,a pelo menos uma década!!
        O planeta dos ursinhos carinhosos não existe!!!Kkkkkk
        Não tem q ir por partido algum,tem q ir pela pessoa!!!Gosto do Marcel van hatem.. ele é do novo!!
        O importante é a pessoa ,e não a legenda!!Num país com mais de 30 partidos,não existe na verdade nenhum decente!!!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui