Eduardo Paes - Custódio Coimbra / Agência O Globo

Corre o risco de Eduardo Paes(DEM) ganhar a eleição para governador do Rio de Janeiro em 2018 por W.O., de acordo com a coluna Informe de O Dia, o PDT de Carlos Lupi, que tem como pré-candidato o deputado estadual Pedro Fernandes, e para senado a também deputada estadual Martha Rocha, deve apoiar o ex-prefeito do Rio.

A confirmação deve sair só na data limite das convenções partidárias, no acordo com Paes e o DEM está uma das vagas de candidato ao Senado, ou a de vice-prefeito para Pedro Fernandes. E, se isso ocorrer, será a 2ª vez que ele ocupará a vaga em uma eleição, a primeira vez foi em 2008, quando ele era do DEM e foi vice de Solange Amaral, contra, Eduardo Paes… coisas da política.

A chapa de Paes deve ser uma verdadeira sopa de letrinhas tem, além do PDT, PP, MDB, Solidariedade, PTB, Avante e PTC, e ainda pode ter o PR se este não lançar Delaroli, com apoio de Bolsonaro. E ainda procuram o apoio de PSDB e PPS.

Indio da Costa (PSD), o outro pré-candidato da Centro-direita ao governo do Rio, por enquanto conta apenas com seu próprio partido e com o PRB de Crivella. E nas vagas ao Senado o deputado federal pelo PSD, Arolde Oliveira e o senador Eduardo Lopes (PRB), que foi suplente do atual prefeito. Indio também procura o apoio do PSDB e PPS.

Os outros pré-candidatos a governador são: os populistas Romário (Podemos) e Garotinho (PRP), pela esquerda tem Professor Tarcisio (PSol) e Marcia Tiburi(PT), Leonardo Giordano (PCdoB) e na centro esquerda tem Rubem Cesar Fernandes(PPS), Miro Teixeira (REDE) e na direita além de Delaroli, o juiz Wilson Witzel (PSC)

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui