Casarão da Bananal

Moro na Freguesia, Jacarepaguá, um bairro que a cada dia vem sofrendo mais com trânsito e problemas de adensamento urbano. Estudei aqui no 1º e 2º grau, anos 80 e 90, era um bairro praticamente apenas de casas, salvo alguns poucos prédios, hoje completamente diferente, são edifícios e mais edifícios (suprema ironia, moro em um destes novos).

Ok, faz parte do progresso, a cidade não pode ficar estática. Mas há de se preservar o que é importante na história e o Casarão da Bananal, construído pela família Monteiro de Almeida Macambira, no ano de 1952 e um dos ícones da Freguesias.

Graças a especulação imobiliária a casa está sofrendo o risco de demolição, se juntando então a outro casarão que serviu de refúgio a Carlos Lacerda no movimento contra-revolucionário de 64, e outra que era residência de veraneio do Presidente João Goulart.

Casa, hoje abandonada, poderia servir como centro cultural para a região que, apesar do já dito crescimento, é um tanto abandonada pela Prefeitura do Rio. Por isso me junto a AMAF (Associação de Moradores e Amigos da Freguesia) no abaixo assinado pelo tombamento do Casarão da Bananal.

Assine você também.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui