A eleição para prefeito do Rio em 2020 já está chegando aí, o Diário do Rio, inclusive, fez uma lista com prováveis candidatos a prefeito. E aquele a qual mais interessa esta eleição, Marcelo Crivella (PRB), tem se movimentado para garantir vida na disputa, apesar da atual impopularidade.

De acordo com Jan Theophilo, do Informe JB, Crivella está preparando uma série de mudanças no secretariado pensando na eleição. Até tirar a secretaria de Meio Ambiente, hoje na estrutura da secretaria de Conservação, e entregar para Rosa Fernandes (MDB), está querendo. E olha que isso depois de tirar os indicados dela da prefeitura, afinal, ela votou pelo prosseguimento do impeachment durante o MarciaGate. A coluna diz que o prefeito acredita que o clã ganhou musculatura, visto que Pedro Fernandes, foi para a secretaria de Educação. Bem, vale lembrar que pela primeira vez em várias décadas não há um Fernandes na ALERJ.

Outra a ser desmembrada é a Secretaria de Assistência Social, com a criação da Secretaria do Idoso, que irá para o deputado federal Áureo (Solidariedade). Com isso ele pode tirar da Câmara de Vereadores, uma das vozes mais atuantes contra a administração municipal, Teresa Bergher (PSDB), é que ela é 2ª suplente da coligação que levou Áureo para Brasília, e o 1º suplente é Otávio Leite (PSDB), secretário de Turismo do estado. É claro, que ela pode não aceitar, para sorte de Tio Carlos (Solidariedade), o 3º suplente.

E é bom nenhum secretário achar que só porque terá desmembramento, que pode relaxar em sua cadeira. De acordo com Ancelmo Gois/O Globo, na quinta, 4/1, Crivella reuniu o secretariado e presidentes
de autarquias para avisar que “este é um ano político”. E que, por isso, faria uma grande reforma nos cargos de confiança.

Mesmo com a atual rejeição, e não ter eleito o filho e seus aliados mais próximos, ele é um dos favoritos a ir para o 2º turno das eleições de 2020. Bem e se for um Marcelo Freixo contra ele, capaz de se reeleger, coisas da política do Rio.

2 COMENTÁRIOS

  1. Tudo normal! O cara só tá se preparando para fortalecer a sua gestão e garantir um maior apoio nas próximas eleições. Desde que não apoie corrupção, e tente governar para o povo . Tudo bem. Agora , o jogo político faz parte da estratégia de governar e escalar equipe é prerrogativa do prefeito! Eu, como eleitor , torço para que as trocas tragam melhorias para cidade.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui