Jair Bolsonaro, atual presidente da República - Foto: Evaristo Sá/AFP

A reputação de Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro não está muito boa. Segundo pesquisa Datafolha divulgada no último sábado (07/11), 41% dos entrevistados consideram ruim/péssima a gestão do atual presidente da República, no cargo desde janeiro de 2019.

Enquanto isso, 34% estão achando a governabilidade de Bolsonaro boa/ótima e 25% avaliam-na como regular.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Vale ressaltar que a pesquisa, realizada entre os dias 03 e 04 de novembro, ouviu 1.064 eleitores do município do Rio e tem margem de erro de 3 pontos percentuais tanto para mais quanto para menos.

3 COMENTÁRIOS

  1. Se as pessoas não tivessem recebido o auxílio emergencial do Governo Federal a situação poderia está pior ainda por conta dessa pandemia, no entanto aqueles que estão contra o governo e fazem tudo para destruir o governo Bolsonaro até agora não ví mover uma palha pra ajudar o povo, até mesmo a PEC do 13º do bolsa família não foi votado e esse anos as pessoas que precisam não vão ter graças a ajuda do Rodrigo Maia, então vamos colocar a mão na consciência quem está interessado em fazer algo pelos Brasileiros?

  2. O Bolsonaro vai se queimar mais ainda no Rio com este apoio a CRIVELLA, ninguém quer mais este senhor mau administrador por aqui.

    Reflitam cariocas, não joguem seus votos mais uma vez no lixo.

  3. O índice de aprovação ainda é muito grande gente (!!)
    De um grupo de doze conhecidos do trabalho, bolsonaristas ferrenhos na campanha, somente dois manifestam reprovação e não defendem, pelo contrário, se opõem a tudo que Bolsonaro tem feito, de seus ministros…
    Já os outros dez, um ou dois criticam um ou outro ato do Bolsonaro, mas estão com ele no resto. Muitos são antipetistas, antisocialistas etc. mesmo ganhando dois salários mínimos e pegando transporte lotado, alguns sem plano de saúde, tendo que recorrer ao SUS, algumas com dois três filhos… Pobre é burro mesmo(!!)
    Então, isso mostra no máximo 15% das pessoas que votaram nele não votariam mais.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui