Petrobras ganha prêmio internacional por seus esforços em prol da igualdade de gênero entre os seus funcionários / Divulgação

O gigantesco esforço que as mulheres realizam todos os dias para darem conta de todas as suas tarefas têm encontrado repercussão no mercado de trabalho. Grandes empresas já adotam políticas de fortalecimento e incentivo ao desenvolvimento da mão de obra feminina em seu ambiente de trabalho.

A Petrobras, companhia fundada por Getúlio Vargas, em 1953, vem se destacando no apoio ao desenvolvimento profissional das suas funcionários, além de combater práticas abusivas diversas em seu cotidiano laboral. Por conta dessas ações, a petroleira recebeu o troféu prata, categoria grandes empresas, pelo Prêmio WEPS (Women’s Empowerment Principles) Brasil  2021  – Empresa Empoderando Mulheres, cujo objetivo é incentivar e reconhecer os esforços das empresas que promovem a cultura da igualdade de gênero e o fortalecimento da mulher no Brasil.

O Prêmio WEPS é concedido pela Organização das Nações Unidas (ONU), através do Pacto Global, da ONU, e da ONU Mulheres, com as suas respectivas representações brasileiras, a Rede Brasileira do Pacto Global da ONU e a ONU Mulheres no Brasil. A edição 2021 do Prêmio WEPS é realizada pelo Programa Ganha-Ganha: Igualdade de gênero significa bons negócios – uma parceria entre ONU Mulheres, a Organização Internacional do Trabalho (OIT). 

Na edição de 2019, a Petrobras já havia sido premiada com o troféu bronze. A premiação com o troféu prata, em 2021, revela o empenho da companhia em viabilizar o desenvolvimento das suas funcionárias. De acordo com a gerente executiva de Responsabilidade Social da Petrobras, Olinta Cardoso, “Esse resultado demonstra nosso esforço materializado em compromissos assumidos no Plano Estratégico 2021-2025 e no Plano Petrobras de Equidade de Gênero. Em uma indústria caracterizada pela prevalência de mão de obra masculina, desenvolver fóruns diversos, com intuito de enriquecer a tomada de decisão, é um grande desafio. Entretanto, nos últimos 10 anos, aumentamos em 5 pontos percentuais o número de mulheres em funções gerenciais, saindo de 15% em 2010 para 20% em 2020”.

Plano de Equidade de Gênero da Petrobras

No Plano de Equidade de Gênero, a Petrobras estimula a representatividade feminina, especialmente no que diz respeito às posições de supervisão em áreas operacionais. Atuação estratégica, Desenvolvimento de liderança, Estímulos de liderança para áreas operacionais e Sensibilização sobre vieses inconscientes são os 4 pilares sobre os quais o Plano é organizado.

O desenvolvimento da liderança feminina também é contemplado no Programa de Mentoria para Liderança Feminina, que é realizado em caráter piloto, e tem como objetivo acelerar o desenvolvimento da liderança feminina, além de ampliar os resultados positivos promovidos pelas ações de equidade de gênero. A mentoria do programa é feita por mulheres líderes recrutadas nos quadros da companhia com a finalidade de formar novas líderes, funcionárias inscritas voluntariamente nos processos seletivos da Petrobras.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui