Imagem meramente ilustrativa - Foto: Reprodução

Na última semana, a Prefeitura apresentou ao público o seu plano estratégico que contém 93 metas e detalha como em 6 meses atingiu o equilíbrio fiscal. O prefeito Eduardo Paes anunciou o plano estratégico da cidade que especificou uma injeção de 14 bilhões em políticas públicas para alavancar a economia e melhorar a vida do carioca, e pela primeira vez, prevê investimentos e ações específicas para politica pública de proteção animal.

As metas previstas no plano estratégico da Prefeitura são basicamente duas: a construção de um Hospital Público Veterinário até 2024, bem como o aumento escalonado do numero de castrações do Programa Bicho Rio em até 60%, em um intervalo de 3 anos.

Em 2016, a Prefeitura do Rio anunciou a castração de mais 46 mil animais domésticos no programa, que drasticamente reduzidos nos anos seguintes; em 2020, o número de castrações 3,8 mil, sendo previstos que em 2021 o número seja superado em cerca de 10 a 15% segundo o secretário Vinicius Cordeiro, titular da nova Secretaria Municipal de Proteção e Defesa dos Animais, reorganizada pelo prefeito Eduardo Paes.

Com investimentos em novos postos a partir de 2022, Cordeiro acredita que a meta será atingida 2023 e 2024; o secretário explica que os critérios para abertura de novos postos são focados em cima da demanda reprimida, como nas regiões de Coelho Neto, Pavuna mais adianta que o primeiro posto instalado na ampliação será na região de Jacarepaguá, a mais atingida desde o fechamento do posto da antiga SEPDA na Praça Seca.

A meta da construção do Hospital Público Veterinário dependerá de previsão orçamentaria da escolha do modelo a ser seguido. A SMPDA estuda diversos modelos de gestão e aguarda uma sinalização do prefeito Eduardo Paes em relação ao projeto, que o mesmo deverá estar formatado até 2022. A implantação do projeto poderá ser dentro do mesmo ano dependendo da disponibilidade financeira e orçamentária.

“Estamos entusiasmados, uma vez que com o Instituto Jorge Vaitsman da Secretaria Municipal de Saúde e os Postos da SMPDA que fazem apenas o atendimento básico, há uma necessidade de termos um serviço estruturado de saúde e de bem-estar animal como por exemplo nos casos de ortopedia e o mesmo para neurologia, é uma grande aspiração da proteção animal carioca, e consta tal desejo desde da formulação da carta-compromisso do atual prefeito enquanto candidato e nós, da SMPDA estamos felizes por conseguir incluir essa meta no Plano estratégico da cidade”, destacou o secretário Vinicius Cordeiro.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui