Plano do RJ para o Regime de Recuperação Fiscal não foi aceito

O estado do Rio terá cinco dias para se manifestar sobre a recusa

Foto Cleomir Tavares/ Diario do Rio

O Tesouro Nacional informou ao estado do Rio, através de uma carta, que o plano do estado para o retorno ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF) foi rejeitado. A informação foi divulgada pela jornalista Ana Flor, no portal de notícias “G1”.

Segundo o jorna, o Tesouro entendeu que o Rio não faz ajustes factíveis ao longo dos nove anos previstos para a duração do RRF, deixando o corte de despesas muito drástico para o último ano, em 2030. A Procuradoria da Fazenda Nacional (PGFN) também recomendou que o Rio não fosse aceito.

Com os pareceres do Tesouro e da PGFN, o caso do Rio não precisou passar pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

A carta é assinada pelo secretário especial do Tesouro e Orçamento substituto, Julio Alexandre Menezes da Silva. O destinatário é o governador do Rio, Cláudio Castro. Agora, o estado terá cinco dias para se manifestar sobre a recusa.

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Enquanto o Governador anda atras do Gpverno Federal com pires na mao, procuradores andam recebendo mais de 400 mil por mes. Mas o Governador diz que eh necessaria a recomposicao salarial !!!

  2. Governador torrou o caixa do Estado em aumemto de servidores, que ja ganham absurdamente acima da iniciativa privada, e agora, depois de raspar o fundo do tacho, fpi de pires na mão atrás do Governo Federal. O Governo Federal está certissimo, torrou o dinheiro que tinha agora tem que arcar com as consequencias! Nao que o cidadao carioca já nao esteja pagando… o cidadao carioca ja esta acostumado em pagar impostos e nao receber nada em investimento publico em troca.A prioridade sempre foi engordar os salarios do setor publico. FUJAM minha gente, Fujam pra outros Estados, vao pra Sao Paulo (la o governo nao deu aumento pra marajá, lá eles constroem estacoes de metro continuamente, atencao na saude, seguranca. O Rio de Janeiro está falido e totalmente dependente do Petroleo, foi a unica coisa que restou nesse estado OBESO, ineficiente e caro pra se viver. Parabens ao Governo Federal que soube dizer não a essa farra do dinheiro publico que acontece aqui no Estado.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui