Entorno do Maracanã neste sábado (30) - Foto: ge

A Polícia Militar do Rio de Janeiro prendeu, na tarde deste sábado (30), nos arredores do Maracanã, cerca de 10 cambistas que vendiam credenciais falsas para a final da Libertadores entre Palmeiras x Santos. Eles foram levados pelos agentes à delegacia da região para prestar esclarecimentos.

Vale lembrar que a partida, devido à determinação de portões fechados por conta da pandemia do Coronavírus, não tem presença de público pagante. Dentro do estádio, há aproximadamente 8 mil pessoas, entre convidados e trabalhadores, gerando registros de aglomeração.

Esta é a quarta vez na história que o Maracanã recebe uma final de Libertadores. A última, vale lembrar, foi em 2008, entre Fluminense x LDU, com o time equatoriano ficando com o título na disputa de pênaltis.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui