Foto: Divulgação

Pedro Neves é um dos mais prestigiados atletas de alta performance do país, você já ouviu falar dele?

Provavelmente não se recorda, pois Pedro Paulo Neves da Silva é um atleta com deficiência e infelizmente não recebe a mesma cobertura da mídia que seus colegas que não a tem possuem.

No curriculum de êxito de Pedro Neves está a conquista da medalha de ouro no salto à distância no Parapanamericano em Toronto, no Canadá,

A deficiência de Pedro Neves foi em decorrência de complicações em seu parto, que provocou uma falta de oxigenação no cérebro, resultando em uma paralisação do lado direito de seu corpo.

A superação foi sempre a palavra ordem em sua vida, que aos dois anos perdeu sua mãe, mas recebeu todo amor e carinho de sua tia, Maria de Lourdes Neves, que o acolheu e o ajudou a tornar-se uma pessoa com valores e princípios edificantes.

As dificuldades foram muitas, mas Pedro Neves nunca se deixou abater e muito menos focar em caminhos que não fossem os que foram orientados por sua tia-mãe.

O esporte entrou na vida de Pedro Neves, quando conheceu a Associação Niteroiense de Deficientes Físicos – ANDEF – quando obteve a chance de conseguir um emprego na entidade e vislumbrar a possibilidade de praticar atividades físicas orientadas.

Esse começo lhe trouxe o que hoje já contabiliza mais de 100 medalhas em competições oficiais.  

“Acreditei e me empenhei, sempre fui um lutador sempre enfrentei desafios na vida e a prática esportiva me fez enfrentar outros desafios , gosto de desafios, enfrento como treinamento para uma nova fase, nunca tive nada fácil, sempre fui em busca de novos níveis tanto na vida pessoal quanto na esportiva.”, declara Pedro Neves.

Inicialmente, Pedro encontrou no atletismo, com o salto à distância, o esporte de sua predileção, mas hoje está em fase de transição para o taekwondo, onde já está obtendo bons índices competitivos, como a terceira colocação no campeonato brasileiro.

Como a dificuldade de viver somente do esporte é uma realidade para a maioria dos atletas nacionais, Pedro Neves, dedicou-se aos estudos e graduou-se em Administração. Atualmente, ele trabalha na empresa Enel Brasil num programa de transição de carreira de paratleta junto a UNILEHU, na área administrativa da empresa. Mas revela que infelizmente, pela falta de investimentos no esporte, muitos atletas acabam abandonando suas trajetórias promissoras pois precisam encontrar meios para sobreviver.

Ele mora em Várzea das Moças – João Nunes, no Morro do Cavalão em Niterói e aprecia muito as praias fluminenses, que por si só são cenários ideias para a prática do esporte.

Pedro Neves incentiva a todos que pratique alguma modalidade esportiva, pois além de ser algo muito saudável, transforma as pessoas, fundamenta caráter, com muita disciplina e honra, além de possibilitar uma percepção mais ampla de cidadania.

E a sua própria história estimula isso, não há limitações ou barreiras, quando uma pessoa tem a força de vontade de fazer o que é certo e o que é do bem.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.
Andréa Nakane
Andréa Nakane é carioca, apaixonada pela Cidade Maravilhosa, relações públicas, professora universitária, Doutora em Comunicação Social e Mestre em Hospitalidade.Embaixadora do RJ. Vive há 20 anos em Sampa e adora interagir com pessoas singulares que possam gerar memórias afetivas construtivas.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui