Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (11/01), o secretário de Polícia Civil do Rio, Allan Turnowski, afirmou em entrevista à BandNews que será criado um número de telefone exclusivo para mulheres vítimas de agressão física: o 197. A ideia é dar assistência para vítimas que são ameaçadas dentro de casa.

Os dados do Instituto de Segurança Pública mostram que o porcentual de mulheres agredidas passou de 59% em 2019 para 64% no ano passado. Com a criação do número 197, Turnowski espera evitar novos feminicídios.

Além disso, medidas de combate à violência contra a mulher são fundamentais pois, durante a pandemia, os casos de violência doméstica aumentaram por todo o mundo. Por conta das restrições para frear a propagação do vírus, muitas mulheres e crianças se viram presas em residências pouco seguras.

Também visando melhorar a qualidade de vida das mulheres que foram vítimas de violência, em dezembro, a vereadora Verônica Costa (DEM) apresentou um projeto de lei que institui um Selo de Responsabilidade Social chamado “Parceiros das Mulheres”. Este selo poderá ser concedido a empresas ou instituições que atuem no desenvolvimento de ações que envolvam a contratação, formação e qualificação de mulheres vítimas de violência doméstica no mercado de trabalho.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui