Polícia Civil cumpre mandados de busca e apreensão em gabinete de vereadora de Angra dos Reis por ‘rachadinha’

Gabriella Carneiro, do Partido Progressista, é acusada de crimes de peculato e porte ilegal de armas

Foto: Reprodução/Redes sociais

Na última quarta-feira, (25/06), a Polícia Civil realizou uma operação para cumprir mandados de busca e apreensão no gabinete da vereadora de Angra dos Reis, Gabriella Carneiro (PP). A ação buscou apreender aparelhos celulares para apurar práticas dos crimes de peculato e porte ilegal de arma de fogo, que teriam sido cometidos pela vereadora, também conhecida como Gabi Greg.

Carolina Motta da Cunha Gonçalves Wienskoski, titular da Promotoria de Justiça de Investigação Penal de Angra dos Reis, explicou que as investigações apuraram que, desde o início do mandado da vereadora, em janeiro de 2021, ela, seu marido, Greguy Duarte, e o chefe de gabinete, André Mota, exigiam um repasse de parte do salário dos funcionários do gabinete para permanecerem nos cargos ocupados. A prática configura peculato e é conhecida popularmente como ‘rachadinha’.

Os mandados de busca e apreensão também foram cumpridos nas residências dos três investigados.

A Câmara Municipal de Angra dos Reis informou que a operação foi realizada apenas no gabinete da vereadora, não envolvendo a Casa Legislativa. Afirmou ainda que não sabe qual o “teor do processo investigativo que levou a polícia romper as portas do gabinete”.

A vereadora, Gabriella Carneiro disse em nota, que colocou o sigilo telefônico à disposição da Justiça, do Ministério Público e da Polícia Civil, para que a inocência dela “seja comprovada o mais rápido possível”.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui