Foto: Reprodução Polícia Federal

A Polícia Federal realiza deste a manhã desta quarta-feira (27/05) a Operação Lazarus com o objetivo de desarticular uma organização que reativava de maneira ilegal benefícios previdenciários que haviam sido suspensos.

As fraudes realizadas pelo grupo teriam ultrapassado R$ 5,6 milhões. Destes, cerca de R$ 2,5 milhões teriam sido devolvidos aos cofres públicos.

Os agentes cumprem cinco mandados de busca e apreensão nas cidades do Rio de Janeiro, e em Belford Roxo e Mesquita, na Baixada Fluminense. Entre as medidas previstas também estão o sequestro de bens e o afastamento de um servidor do INSS.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui