Foto: Divulgação/Prefeitura do Rio

O Governo do Rio de Janeiro começa a se movimentar para combater a violência que toma conta do entorno da Praça Seca, em Jacarepaguá, na Zona Oeste da Capital Fluminense. Segundo informou o jornalista Ancelmo Gois, a região será ocupada permanentemente com a implementação de uma Companhia Destacada no Morro do Barão e cinco cabines instaladas em pontos estratégicos da região.

De acordo com dados levantados pela Plataforma Fogo Cruzado, só este ano, foram registrados 146 tiroteios entre traficantes e milicianos no local.

O projeto de ocupação da Praça Seca será possível com o remanejamento de parte dos 475 novos policiais militares que serão diplomados nesta quinta-feira (15/07), no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP).

O reforço no efetivo permitirá também, o funcionamento do programa “Cinturão de Divisas”, sob coordenação do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), prevista para segunda quinzena deste mês.

A iniciativa contará com policiamento 24 horas por dia, com policiais militares atuando em 15 postos montados nas rodovias estaduais nos pontos de divisas com os estados de São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo. O programa tem como objetivo reprimir o tráfico de armas, de drogas e a circulação de criminosos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui