Cesar Maia Enviei aos 3 principais candidatos ao Senado pelo Rio de Janeiro, Cesar Maia (DEM), Marcelo Crivella (PRB) e Jorge Picciani (PMDB), faltou Lindberg Farias (PT) por não ter encontrado nenhuma forma de contato, a seguinte pergunta “Por que o senhor quer ser Senador”.

 

Até o momento apenas Cesar Maia respondeu, mas espero que os outros também respondam. Então vejam as razões que levam o ex-prefeito do Rio, Cesar Maia, a querer ser Senador:

Quero ser Senador, primeiramente, para resgatar as atribuições do Senado Federal que vem sendo invadidas permanentemente, por exemplo, pelo Ministério da Fazenda.

 

Quero contribuir para que os debates voltem ao Senado e que se valorizem as competências constitucionais que são exclusivas dessa Casa, conforme o artigo 52 da Constituição Federal.

 

Quero discutir, entre outros fundamentais temas, o fim das Medidas Provisórias, expediente inadimissível numa democracia; a reforma tributária, que possibilitará diminuir o impacto da tributação que faz com que o brasileiro trabalhe cinco meses para pagar impostos aos governos; e a reforma política, tanto necessária.

 

Porque pela minha experiência de já ter sido deputado federal por duas vezes – uma delas constituinte; secretário de Fazenda do Governo Brizola; e prefeito da cidade do Rio de Janeiro por três vezes, entendi que agora é a hora de retornar ao Legislativo, contribuindo com o desenvolvimento do meu estado.

 

Quero, por exemplo, que meu gabinete no Senado esteja sempre de portas abertas a todos os prefeitos e ao governador, independentemente de qual partido sejam. E que aquele prefeito o qual, por ventura, esteja com dificuldades em trazer recursos federais para melhorar sua cidade, tenha em mim um aliado incansável.

 

Quero ser Senador para garantir a execução das obras necessárias à realização das Olimpíadas Rio 2016… e tenho experiência para isso, porque fui o administrador que realizou os Jogos Pan-Americanos Rio 2007.
Quero atuar fortemente na defesa dos royalties para que os 87 municípios que hoje ganham tais recursos não os percam.

 

Enfim, assumir uma vaga no Senado exige maturidade, capacidade administrativa e senioridade, qualidades que já dei provas mais do que suficientes de possuir.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui