Barra da Tijuca por Kenji Yamamoto Na verdade não é tudo, apenas uma parte, uma boa parte. Além da Barra, o projeto prevê Deodoro, Maracanã, Copacabana, Engenhão, Marina da Gloria e Centro (Sambódromo). Mas é claro que existe um motivo para a maioria dos jogos ser na Barra da Tijuca.

 

Hoje o ex-prefeito do Rio, Cesar Maia, através de sua newsletter explica os motivos que levou a apresentar um projeto com a Barra da Tijuca como

 

POR QUE O PAN-2007 FOI E OS JJOO-2016 TÊM QUE SER NA BARRA!
1. Na primeira tentativa de candidatura do Rio, cometeu-se um erro de avaliação: a escolha do local. O Fundão seria, segundo os consultores espanhóis, o melhor local para a cidade sediar os JJOO porque com isso a cidade é que seria a prioridade e não os JJOO. A comissão do COI foi muito clara a respeito: a cidade tem que ter todas as vantagens, mas desde que os JJOO sejam o núcleo desse sucesso.

 

2. Com isso, em 2001, a opção para o PAN-2007 mudou para a Barra. A razão: SEGURANÇA PÚBLICA. A Barra é área plana, com construções espaçadas, conforme Plano Lucio Costa, com 3 entradas e saídas, sem comunidades com traficantes, sem morros e com facilidade de controle do alto dos edifícios e por helicóptero, e exigindo um número muito menor de policiais em função disso. Esse foi o argumento levado ao México em 2002 no discurso do prefeito. O acesso ao comércio de qualidade é andando, assim como à praia, para exercícios ou lazer. Com isso, se consegue com facilidade proteção às delegações e mobilidade.

 

3. Além disso, a questão mais complexa do PAN e muito mais dos JJOO, em matéria de segurança, é o terrorismo contra delegações específicas, como EUA, Israel e Reino Unido, além dos cuidados com as dos países que estão no Iraque e Afeganistão. No PAN-2007 a segurança da delegação dos EUA foi feita pelo FBI, incluindo a escolha do transporte de seus atletas, etc. Ficaram em prédios isolados. A prefeitura deu para o consulado e o FBI, todas as facilidades pedidas quanto à hospedagem, deslocamentos e equipamentos.  Com isso, e o depoimento dos policiais norte-americanos e da consultoria internacional contratada, o tema Segurança saiu de pauta para 2016.               

 

4. Agora surge a ideia de deslocamento do centro dos JJOO-2016 para a área portuária. Não há dúvida de que para a cidade seria uma decisão com maior multiplicador urbano. Mas uma decisão dessas teria eliminado o Rio para 2007 e para 2016. A Segurança Pública na área portuária é complexa, com construções pareadas, com armazéns, com morros, com uso portuário (navios de carga, pessoal e material), etc. O ótimo é inimigo do bom, diz a população. Entrar neste tema de localização e voltar a um ponto superado desde 2001 é recolar a Segurança na frente e a dúvida dos consultores do COI, do FBI, e em seguida da Scotland Yard e da Mossad, etc. Seria um desserviço aos JJOO

 

Foto: Barra da Tijuca por Kenji Yamamoto

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui