Porto do Rio de Janeiro celebra 112 anos de serviço

Tecnologias estão sendo implementadas no Porto para garantir um serviço mais seguro e nesse aniversario a empresa responsável pelo porto divulga novos projetos

Foto: Porto do Rio.Gov

Nesta quarta-feira, (20/07), o Porto do Rio de Janeiro completa 112 anos e a Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), responsável pela administração do porto, comemora a data com diversos projetos em andamento para a melhoria da infraestrutura aquaviária e terrestre, a elevação dos níveis de segurança, além da busca de novos negócios e mais sustentabilidade.

Com as ações, a Autoridade Portuária objetiva aumentar a eficiência logística, visando o crescimento da movimentação de cargas e maior competitividade no mercado.

 Um dos projetos de Gestão Portuária diz respeito à implantação do VTMIS (sigla inglesa para Sistema de Gerenciamento e Informação do Tráfego de Embarcações) no Porto do Rio de Janeiro, que também vai contemplar o Porto de Niterói, no intuito de melhorar a eficiência e a segurança nos acessos aquaviários aos portos e aperfeiçoar o controle do tráfego aquaviário na Baía de Guanabara. Na 1 ª fase do projeto, a implantação de um Local Port Service (LPS) deverá estar concluída até o fim deste ano.  

Também foram iniciados os trabalhos com vistas à implantação do software de calado dinâmico ReDRAFT® para o cálculo da Folga Dinâmica Abaixo da Quilha (FDAQ). O sistema avalia o risco de toque da embarcação no fundo a partir da interpretação de dados meteo-oceanográficos medidos em campo e em tempo real, de previsões meteorológicas, da modelagem hidrodinâmica do porto e de levantamentos batimétricos oficiais, a fim de simular os possíveis calados seguros, auxiliar no planejamento das janelas de manobras e reduzir os custos com dragagens de manutenção.

Projetos futuros

Está em fase final de desenvolvimento pela Docas do Rio o novo Sistema de Programação Ferroviária para os Portos do Rio de Janeiro e de Itaguaí, cujo objetivo é a melhoria do processo de planejamento e da eficiência na execução das manobras, mitigando inclusive os conflitos com o modal rodoviário.

Neste mesmo contexto, mas com foco também na segurança, a companhia está finalizando os procedimentos internos para abertura de certame licitatório visando a contratação das obras de iluminação de toda a Av. Rio de Janeiro, via interna do Porto do Rio de Janeiro, que liga o Cais de São Cristóvão aos Terminais de Contêineres e de Veículos, e recebe todo o fluxo rodoviário dos portões 32 e do Caju.

Por fim, com foco na segurança, estão sendo finalizados os procedimentos internos para abertura de certame licitatório para contratação de lombadas eletrônicas para os Portos do Rio de Janeiro e de Itaguaí, no intuito de fiscalizar o cumprimento da velocidade regulamentada.

Vale ressaltar ainda que o Porto do Rio de Janeiro colabora para o desenvolvimento socioeconômico fluminense, com a geração de um total de quase R$ 250 milhões em impostos federais, estaduais e municipais, mais de 1.800 empregos diretos, além de quase 1.000 indiretos.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui