Reunião on-line entre a Secretaria de Agricultura do RJ e a Embrapa - Foto: Divulgação

Na última terça-feira (25/05), a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Rio de Janeiro (Seappa) realizou, em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), uma reunião virtual focada na produção de soja e milho no Norte Fluminense.

A intenção era debater e introduzir projetos de ação em determinadas regiões que sejam mais propícias à cultura dos grãos, contribuindo para a geração de emprego, renda e apoio ao desenvolvimento da agricultura da região.

O encontro virtual contou com a presença do secretário estadual de Agricultura, Marcelo Queiroz; dos chefes da Embrapa Agrobiologia, Embrapa Solos, Embrapa Soja e Embrapa Agroindústria de Alimentos, além de pesquisadores, técnicos e representantes de instituições parceiras.

Para Marcelo Queiroz, o debate foi uma excelente oportunidade de expandir o conhecimento sobre a cultura de grãos em todo o estado. ”A parceria da Secretaria de Agricultura com a Embrapa nesse evento é mais uma etapa no trabalho de levar o Estado do Rio de Janeiro a explorar ao máximo o seu potencial agrícola. Cada região tem a sua peculiaridade. Precisamos evidenciar cada vez mais a execução dessas atividades agrícolas e suas variedades”, disse.

Durante a reunião, o pesquisador da Embrapa Jerri Zilli reforçou a importância de estudos na região para a produção de grãos.

”O Norte Fluminense tem mais de 300 mil hectares de áreas que foram cultivadas no passado, principalmente com cana de açúcar e que, atualmente, encontram-se subexploradas. Reintroduzir estas áreas em processo produtivo de grãos é uma oportunidade para melhorar a economia local, gerar novas oportunidades de cadeias produtivas e de trabalho, além de recuperar regiões que se encontram em processo de degradação progressivo – afirmou Zilli.

Pesquisa estuda cultura da soja no Norte Fluminense

Pesquisa realizada pela Embrapa, entre 2017 e 2020, indica que é viável o plantio de grãos no Norte do estado. Durante 4 safras agrícolas, pesquisadores avaliaram 50 cultivares de soja nos municípios de Campos dos Goytacazes e Macaé. Deste total, 10 delas apresentaram bons resultados e superaram a média nacional de produtividade.

O documento, elaborado por pesquisadores e técnicos da Embrapa, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Pesagro-Rio, Conab e Incra, traz relevantes informações sobre o cultivo da soja e milho no Norte Fluminense, levando em consideração o solo, clima, períodos adequados para a semeadura, dados sobre uso da terra e situação fundiária nas terras agricultáveis da região.

A intenção dos pesquisadores com a elaboração desse estudo foi estimular a elaboração de políticas públicas que possam encorajar os produtores e alavancar a economia na região.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui