Foto: Reprodução

A Praça da Harmonia, na Gamboa, Zona Portuária do Rio em breve ganhará umnovoprédio residencial. O projeto prevê a construção de um residencial de lofts com 3 andares e 7 unidades, cada uma com 45 metros quadrados.

Localizado na Rua Sacadura Cabral, próximo do principal prédio do Moinho Fluminense, a ideia dos lofts atende, principalmente, ao público jovem, interessado em morar em uma das áreas mais promissoras da cidade. Trata-se da primeira incorporação residencial do engenheiro Rafael Lucente, fundador do grupo Volo, previsto para ser lançado em setembro.

Sergio Castro Imóveis, tradicional empresa imobiliária do Rio, está atendendo a 11 empreendedores que querem investir na Região Portuária. Entre eles está Rafael Lucente, por meio deste projeto. O engenheiro, que está trabalhando para que o empreendimento tenha uma fachada mais moderna, vê como muito positivo, o futuro dos empreendimentos nos bairros do Porto e afirma que a escolha da Praça da Harmonia aconteceu após várias pesquisas.

“Mapeamos muito a cidade para estrear pelo Porto Maravilha a parte de incorporação da nossa empresa. Acreditamos muito na região”, afirma ele que, no momento trabalha no desenho da futura fachada do prédio”, relata o dono do Grupo Volo.

A Sergio Castro tem uma filial praticamente ao lado do empreendimento do Grupo Volo, e deve ter facilidade em vender as unidades. “Temos lista de espera para apartamentos compactos novos na região, na qual estamos estabelecidos há 12 anos”, diz Marcos Rocha, gerente da empresa no local.

O retorno dos investimentos imobiliários no Porto Maravilha e no Centro da cidade é fortalecido pelas expectativas positivas criadas pelo projeto Reviver Centro, aprovado em primeira discussão na Câmara de Vereadores, na última semana. A medida, propõe incentivos para construção de imóveis residenciais.

Dados da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, que constam em relatórios da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região Portuária (Cdurp), apontam que no primeiro trimestre deste ano, 19 pedidos de licenciamento no Centro estavam sob análise, dos quais 8 são para construção de prédios, como o da Praça da Harmonia, e os demais para reformas, pedidos de habite-se e legalização de imóveis. Entre os anos de 2019 e 2020 os pedidos totalizaram apenas 7 para realização de construções no local.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

5 COMENTÁRIOS

  1. O bairro do Santo Cristo, também na zona portuária, é o que oferece melhores possibilidades de construção (até mesmo de novos e grandes condomínios) na região. Morei na Gamboa, por sinal ao lado da Praça da Harmonia, e devido ao elevado número de casarões/sobrados e imóveis já em uso, não tem muito espaço para coisas novas. Sem contar o péssimo estado da Rua do Livramento e entorno com inúmeras invasões.

  2. A Gamboa é o lugar do futuro.Ali começou o Rio de Janeiro,e, ali terá seu desenvolvimento.
    Copacabana era um areal a uma centena de anos,o Porto Maravilha vai ser lapidado para mostrar aos negacionistas um grande futuro.

  3. Considerando o entorno, mesmo com o projeto de centro menos esvaziado, somado ao perfil de comércio durante o horário comercial e em especial pós horário comerciale a metragem de 45 m²… Confesso q não vejo vantagem pra pessoa (ou casal) residir; por temporada é outra coisa. Pois pra consumir cultura, serviços de restaurante e bar (q não sej a um – com todo respeito – pé sujo.) pra onde vou? Bairros menos “dormitórios”. Ou seja se for pra morar em área anexa a bairros com trabalho, entretenimento e lazer prefiro tentar ficar pela glória, bairro Peixoto, humaita, Santa Teresa, vila Isabel, São Cristóvão, freguesia ou Taquara.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui