Foto Cleomir Tavares/Diário do Rio

A Praça Tiradentes, localizada na região central do Rio, pode ser transformada em um novo Distrito de Inovação. O projeto denominado de “Tiradentes Digital” pretende transformar a região em um “Hub Digital”, espaço que conecta colaboradores, clientes, parceiros e startups para atrair novos negócios dos setores culturais, criativos e de inovação.

O projeto foi tema de audiência pública recente realizada pela Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara Municipal do Rio de Janeiro. A ideia é transformar a região no Vale do Silício carioca, referência à região da California, nos Estados Unidos, que abriga as maiores e mais inovadoras empresas de tecnologia e internet do mundo.

O secretário municipal de Planejamento Urbano, Washington Fajardo, esteve presente na reunião. Na ocasião, o secretário explicou que as o Reviver Centro, programa da Prefeitura concede incentivos fiscais e tributários para quem investir na região, estabelecem a criação de um Distrito de Inovação na região da Praça Tiradentes.

“O Reviver Centro vai oferecer subsídios para que atores privados e institucionais possam formar ‘hubs de inovação’, que abriguem indústrias da cultura, setor criativo, design, tecnologia e ciência da computação. Territórios de inovação é uma necessidade urgente na nossa cidade. E o poder público tem grande capacidade de fomentar esse processo junto com a iniciativa privada”, esclareceuWashington Fajardo.

Carlos Augusto Carneiro, representante do Projeto Hub de Inovação, disse que para instalação do projeto, a estimativa é de ser necessário o investimento de R$ 1 bilhão, com possibilidade de faturamento de R$ 2 bilhões em 2024 e geração de 20 mil empregos diretos e 50 mil empregos indiretos.

“Estamos diante da chance única de transformar a nossa cidade. Mas precisamos de uma nova onda de investimentos e da sinergia entre estado, academia e iniciativa privada para reverter esse cenário de degradação acelerada”, ressaltou o empresário.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

12 COMENTÁRIOS

  1. Duduzinho é maior caozeiro, começou essa merda de BRT, já se vai mais de dez anos e nada a Praça Mauá cheio de predios novos e vazios , ele n qr investir no q ja tem ele qr obrassss.

  2. Enquanto o desempregado for apenas um número , e o poder público não criar uma lei que pague um salário mínimo e de um vale transporte social e meios para estudar e se formar em alguma profissão , o Brasil não sairá do atraso. São potenciais consumidores que caminham para p trafico e a violência sem perspectiva de trabalho e vida digna . Precisamos rever as leis trabalhistas que só atrasam. Sem experiência em carteira e depois de uma idade , já não tem perspectivas de trabalho. Está tudo errado.

  3. Será que vinga ou vai flopar? So sei que o Rio Maravilha só mesmo a paisagem e a Natureza (ainda que sofrida com a falta de investimento em infraestrutura sanitaria). A cidade tá largada às traças (violência , tráfico, mendigos). Depois e 2 anos eative em Copacabana e me espantei com a quantidade de moradores de rua!!
    Isso é reflexo de políticas aliás,da falta de politicas públicas local e nacional que vise o equilíbrio social. Milhões nos ultimos anos estão videndo de novo na miséria. O desemprego e o subemprego é realidade na vida de milhões e a vida boa de um grupo seleto que rouba,mente, defrauda,engana e se esconde atras de um cargo público.

  4. Mais uma vigarice desse prefeitinho. A cidade com as , ruas, sinais, praças tudo estragado, cheia de mendigos. Suja e largada. O prefeito adora inventar obras para $$$$ a propina de empreitada?

  5. Com os ladrões que nos governam tanto no município como no estado o único lugar que chegamos é no inferno maior que já estamos, seu bando de vagabundos e hipócritas sem vergonha

  6. Chiquita pura! Tudo mentira. Promoção pura, cambada de enganadores. A gastronomia agonizando, o comércio morto, a sociedade sem nenhuma segurança (Prefeito se esconde dizendo que segurança é coisa do Governador), poder paralelo no comando, a cidade fedorenta, não ajudam a ninguém. O que fazem de melhor é chafurdar nos negócios públicos. Parasitas!

  7. O secretário andou bebendo da mesma cachaça que os mendigos que povoam a referida praça. Está delirando. Secretário: não precisamos de nomes bonitinhos. Isso é palanque puro. Libere alvarás mais facilmente, diminua a burocracia de bombeiros, implante a lei de liberdade econômica no município. Precisamos de negócios e ordem urbana.

    • Até hoje tenho dívida ativa de tantos impostos que apareceram na minha cabeça, tudo por ter tentado gerar emprego no Rio de Janeiro! Só maluco ou Érico conseguem, creio que é o pior estado do mundo para tentar criar empresa e gerar emprego, por isso está esta vergonha, tudo fechando, milhares nas ruas fazendo malabarismo para sobreviver…

      • Não dá pra levar a sério esses cariocas, que gente obtusa…o Rio é a capital do erro, ladrões em profusão, trombadinhas as centenas, mendigos aos milhares, polícia corrupta,traficantes que governam centenas de bairros, milícias, máfia das vans, gatos de energia, gatonet, todos os combustíveis batizados,povo que não respeita legislação de trânsito, terra do trambique… vou ficar até amanhã falando das mazelas de lá. Todo lugar tem problemas, mas no Rio não tem concorrência. E tem ainda aquela lenda que são “os espertos” e o resto do Brasil otários.Turista mesmo só os estrangeiros ingênuos ou mal intecionados que escolhem lá. Não vou nem falar dos políticos, 06 já frequentaram a cadeia, e acho que mais cedo o mais tarde esse prefeito Paes também vai passear lá. Sim jornalista,o centro da Rio vai ser o novo vale do silício, você só esqueceu de dizer que vão roubar tudo, até suas palavras. Tem um ditado antigo que diz que todo castigo para corno é pouco, mas o ditado vem mudando…”todo castigo para o carioca é pouco”.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui