A realidade, a dura realidade é ela que pode acabar com qualquer sonho, inclusive os políticos. Veja só os excelentes projetos de Marcelo Trindade, pré candidato a governador pelo NOVO, dadas em entrevista ao Brazil Journal. Poderiam ajudar a tirar o Rio da bancarrota e colocar o estado na frente do país. Só que para isso, primeiro teríamos de trocar os fluminenses por suecos.

Uma de suas melhores propostas, um tipo de privatização da UERJ, onde ela permaneceria gratuita para os pobres e os outros pagariam conforme sua capacidade. E quem mentisse para não pagar, seria expulso. Perfeito, deveria ser assim… Só que, conhece nosso Judiciário? Nossa Classe Média que reclama do governo, do excesso de impostos e sonha em ser funcionário público? Ou a oposição pela esquerda?

A proposta para segurança é razoável, já que pretende ficar com a “Inteligência” vinda da Intervenção Federal, como a utilização de tecnlogia, como o software para identificar manchas criminais, ISPGeo, paga por empresários, incluído o pré-candidato. Além de trazer de volta o respeito a polícia, aumentando seu treinamento e deixando claro a sua missão, combater a criminalidade e ao mesmo tempo ser respeitado.

Na entrevista Trindade fala também dos royalties e de uma forma de aumentar os repasses federais para o Rio de Janeiro, é o antepenúltimos, atrás apenas de São Paulo e o Distrito Federal. E que o Rio precisa discutir a sério o repasse e a questão dos royalties. O que, novamente, ok… mas precisaríamos melhorar muito nossos representantes, ou você imagina um Romário (Podemos) fazendo algo assim?

O pré-candidato do NOVO parece ter excelentes propostas, mas falta a elas um pouco de realidade política e menos sonhos empreendedores.

P.S.: O DDR sempre informa seus candidatos, no momento ainda não temos, afinal está na pré-campanha. Mas Trindade é um dos nomes com os quais nos identificamos.

 

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui