Foto: Reprodução Tv Globo

Na madrugada desta quinta, 3/6, um prédio de 4 andares desabou no Rio das Pedras, Zona Oeste. Até o momento a informação do Corpo dos Bombeiros é que 12 pessoas ficaram feridas, outras 3 estariam sob escombros, há possibilidade de haver mais pessoas. Não há informação sobre vítimas fatais.

O prédio que ficava na esquina da Rua das Uvas com Avenida Areinhas teria começado a desabar por vota das 2 horas da manhã, quando vizinhos ouviram estalos, e desabou às 3h20. Após ter ruído houve um incêndio no local, controlado pelos bombeiros.

No local estão trabalhando 3 quartéis do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, Barra da Tijuca, Alto da Boa Vista e Jacarepaguá, que procuram vítimas nos escombros. No local também estão equipes da  Assistência Social, Defesa Civil e Guarda Municipal. As vítimas estão no Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca.

As circunstâncias do desabamento estão sendo investigadas. Peritos avaliam se outros imóveis vizinhos foram comprometidos. A área é ocupada pela milícia.

As informações são do site G1.

3 COMENTÁRIOS

  1. *SOBRE RIO DAS PEDRAS, COMUNIDADE NA ZONA ESTE DO RIO, ‘JACAREPAGUÁ
    Alí por volta de 1987/88 a Comunidade Rio das Pedras era um descampado, uma terra longe de Jacarepaguá, sem nenhuma infraestrutura (água, esgoto, luz, escolas, etc), mas com políticos se mexendo para tipo INVASÃO. Era um tempo pré eleitoral para prefeito e vereadores. Se buscar nos arquivos vão ver que um determinado político candidato a vereador pela esquerda radical apanhava da polícia porque liderava a invasão daquelas terras, e o partido dele achava maravilhoso porque toda vez que ele batia de frente com a polícia aparecia nos jornais, e a chance de se eleger subia. E assim ele foi eleito em 1989, e por lá (Câmara de Vereadores) ficou por quatro mandatos, e depois deputado federal, entre outros cargos. E a Comunidade do Rio das Pedras seguiu crescendo para todos os lados sem nenhum poder público interferir. Ou seja, inflam as invasões e depois largam estas populações na estrada. Mas estes políticos continuam por aí, e se elegendo neste mesmo formato, através de várias siglas de movimentos. A população é apenas massa de manobra. Vidas Pobres e Desesperadas Por uma Moradia Não Importam.

  2. As condições salariais no Brasil faz com que pessoas tenham que viver em situação que coloca em risco da própria vida pois não tem como pagar alugueis nem adquirir imóvel próprio nos bairros próximos à região onde encontram oferta de trabalho.
    Cada ente público tem sua responsabilidade.
    O Município tem urgente que acabar com a farra da especulação imobiliária.
    O Estado combater o criminalidade organizada.
    A União definir salário mínimo maior que o triplo do atual e políticas de distribuição de renda.

  3. Terá sido construído com dinheiro da milícia. Certamente… Em área da milícia.

    Mas como se constrói um prédio senão com profissionais arquiteto e engenheiro???

    O combate às construções irregulares (independente de ligado ao crime organizado) e aos negócios das milícias passa pela necessidade de suspensão e cassacaydos registros daqueles mais profissionais pelos Conselhos de Classe

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui