Prefeitura compra a biblioteca de Carlos Lessa

Falecido em 2020, o economista Carlos Lessa foi reitor da UFRJ, presidente do BNDES e um grande admirador da Cidade Maravilhosa

A biblioteca do economista Carlos Lessa, falecido em 2020 (Foto: Hudson Pontes)

A Prefeitura do Rio adquiriu o vasto acervo de livros do economista Carlos Lessa, ex-reitor da UFRJ e presidente do BNDES, falecido em 2020. O filho de Lessa, o músico Rodrigo Lessa, chegou a organizar um leilão com as obras do pai para esta terça-feira (23/11), das 11h às 18h, na rua Pedro Américo 270/276, esquina com a Rua Bento Lisboa, no Catete, Zona Sul do Rio.

Ao DIÁRIO DO RIO, o secretário municipal de Planejamento Urbano, Washington Fajardo, confirmou o contato do Prefeito Eduardo Paes com Rodrigo e a concretização da compra dos títulos de Carlos Lessa.

Ficamos felizes que a família do Carlos Lessa tenha esse interesse e pensamento de preservar esse legado deixado por esse grande intelectual que era um apaixonado pelo Rio. A compra desse material é um grande ganho para a cidade“, declarou.

Também estava previsto para a próxima sexta-feira (26/11), às 14h, um leilão de livros raros da coleção de Carlos Lessa.

A biblioteca de Lessa conta com aproximadamente 15 mil livros sobre os mais variados temas, entre eles: literatura, poesia, história do Brasil e regional, filosofia, geopolítica, ciências sociais, economia, entre outros assuntos.

Carlos Lessa  (1936-2020)

Formado em Economia pela UFRJ em 1959, Carlos Lessa se tornou reitor da referida universidade em 2002. Por lá, seu trabalho ficou marcado. Segundo a própria instituição, ele sempre batalhou muito pela educação, respeitando as decisões colegiais e as instâncias administrativas.

Já em janeiro de 2003, Carlos Lessa assumiu a presidência do BNDES, onde ficou até novembro de 2004.

Carlos Lessa era também um grande amante da região central do Rio de Janeiro, e apaixonado pelo “Rio Antigo”. Comprou, reformou e restaurou diversos sobrados históricos na região próxima à Praça XV, principalmente na Rua do Rosário. Seus prédios, restaurados cuidadosa e minuciosamente, são um grande legado dele para a cidade.

3 COMENTÁRIOS

  1. Carlos Lessa era também um grande amante da região central do Rio de Janeiro, e apaixonado pelo “Rio Antigo”. Comprou, reformou e restaurou diversos sobrados históricos na região próxima à Praça XV, principalmente na Rua do Rosário….
    e na rua do catete e na pedro américo, onde hj é o bar da alcione.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui