Prefeitura de Duque de Caxias assina acordo com governo mexicano para criar a Escola Intercultural Brasil-México

A Escola Intercultural Brasil-México pretende estabelecer um intercâmbio educacional, tecnológico e cultural

Prefeitura de Duque de Caxias / Divulgação

A rede de ensino do município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, vai ganhar uma nova unidade educacional: a Escola Intercultural Brasil-México. Uma realização das secretarias municipais de Educação, Ciência e Tecnologia e da Fundação de Apoio à Escola Técnica, Ciência, Tecnologia, Esporte, Lazer, Cultura e Políticas Sociais de Duque de Caxias (Fundec), a unidade vai permitir que os alunos do projeto tenham contato com a cultura, a arte e os costumes mexicanos.

A Escola Intercultural Brasil-México pretende ainda estabelecer um intercâmbio de profissionais e estudantes ligados à escola. Para facilitar e embasar a formação de alunos e professores locais, o consulado mexicano forneceu à escola um farto material didático em espanhol.

Em maio, foi assinado um acordo entre a Prefeitura de Duque de Caxias, através da diretoria de relações internacionais e convênios, com a Universidade Anônima de Guadalajara e com a cidade de Zapopan, no México, com finalidade de promover intercâmbios educacional, tecnológico e cultural na rede de ensino caxiense.

O encontro entre os representantes de Duque de Caxias e do México aconteceu na última semana, na Escola Municipal Nilcelina dos Santos Fereira, em Santa Cruz da Serra, e contou com as participações do prefeito Wilson Miguel, da secretária de Educação, Roseli Duarte, da diretora de Educação da Fundec, Alcineia Oliveira, da cônsul do México no Rio de Janeiro, Ana Luiza, e do coordenador de projetos da Fundec, Antonio Carlos Rodrigues Pereira Jr.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui