Foto: Rodolfo Santos/Getty Images

Nesta segunda-feira (18/01), durante uma transmissão ao vivo na internet, a Prefeitura de Niterói anunciou que vai publicar no Diário Oficial um decreto tornando a educação uma atividade essencial na cidade. A decisão foi tomada após uma reunião do Gabinete de Crise.

De acordo com a prefeitura, trata-se de um reposicionamento do setor. Com a medida, estabelecimentos de ensino médio e de ensino fundamental estão autorizados a funcionar, a partir do sinal laranja de avanço da pandemia. E com o sinal amarelo — o segundo na graduação da pandemia — além do ensino médio e do fundamental, as escolas de educação infantil poderão funcionar.

Atualmente, Niterói está no segundo nível, o amarelo, e, portanto, todos os segmentos de educação poderiam abrir para as aulas presenciais. O avanço da pandemia é dividido por cores: verde, amarelo, laranja e vermelho, sendo este o mais grave. A previsão da Prefeitura de Niterói para o retorno às aulas é março.

Rodrigo Oliveira, secretário de saúde de Niterói, destacou que as crianças têm menos chances de desenvolver formas graves da Covid-19 e têm um papel reduzido na transmissão. Ele afirmou também que, em setembro, o ensino médio reabriu em Niterói e não houve nenhum surto relacionado às unidades escolares do município.

2 COMENTÁRIOS

  1. Aproveita que a atividade é essencial, e é lógico que sempre foi, e VACINA PRIORITARIAMENTE OS ESTUDANTES, além da população ativa…

  2. Atividade essencial muito mais que esses professores e profissionais do ensino, na questão de calamidade pública gerada por uma pandemia, são os profissionais que atendem na farmácia, no mercado, na padaria, na feira, no sacolão, assim como os taxistas, os rodoviários, os entregadores… professores não tanto esses que sequer puderam interromper as atividades

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui