A Prefeitura do Rio não irá mais utilizar 122 leitos de enfermaria dedicados ao tratamento de pacientes contaminados com a Covid-19 na rede municipal de saúde.

As vagas voltarão a ser ocupadas por pacientes com outras doenças e complicações.

Ao todo, foram liberados leitos em 10 hospitais do município:

  • Hospital Municipal Souza Aguiar: 18 vagas;
  • Hospital Municipal Pedro II: 20 vagas;
  • Hospital Municipal Albert Schweitzer: 10 vagas;
  • Hospital Municipal Evandro Freire: 12 vagas;
  • Hospital Municipal Miguel Couto: 12 vagas;
  • Hospital Municipal Salgado Filho: 13 vagas;
  • Hospital Municipal Rocha Faria: 14 vagas;
  • Hospital Municipal Lourenço Jorge: 7 vagas;
  • Hospital Municipal da Piedade: 12 vagas;
  • Hospital Francisco da Silva Teles: 4 vagas.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, com queda no número de internações, inclusive com o fim da fila de espera para transferências no sistema de regulação, o município passou a destinar parte desses leitos para o atendimento a outras doenças.

No momento, a rede conta com 1.130 leitos para Covid-19. Desse total, 248 são de UTI.

Os dois hospitais de referência da rede municipal para combate ao coronavírus continuarão dedicados ao tratamento da doença até o final da pandemia.

A secretaria diz que a desativação dos 122 leitos de enfermaria em 10 unidades municipais aconteceu apenas em hospitais gerais para possibilitar a retomada das cirurgias eletivas e faz parte do planejamento, já anunciado pela prefeitura.

A taxa de ocupação de leitos de UTI para Covid-19 na rede SUS – que inclui leitos de unidades municipais, estaduais e federais – no município é de 70%. Já a taxa de ocupação nos leitos de enfermaria é de 37%.

Não há planejamento de se fechar nenhum leito dedicado à Covid-19 daqui para frente. Isso que acontece agora é a retomada necessária dos leitos cirúrgicos“, explicou a secretária municipal de Saúde, Beatriz Busch.

A cidade do Rio registrou, até esta sexta-feira (03/07), 6.791 mortes e 59.448 casos confirmados do Coronavírus.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.


Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui