Foto: Edílson Dantas

A Prefeitura do Rio anunciou na tarde desta terça-feira (06/02) o plano municipal de contingência contra o coronavírus. No total, serão 120 leitos de hospitais de toda rede municipal reservados para eventuais pacientes.

A capital fluminense não tem casos suspeitos da doença. O Brasil tem 9 pacientes suspeitos de terem contraído o coronavírus, de acordo com o último boletim do Ministério da Saúde Um deles está no estado do Rio de Janeiro, mas a cidade não foi divulgada.

A poder público municipal também determinou a manutenção de estoques estratégicos de insumos e treinamentos de profissionais. O material servirá para orientar as ações na assistência aos pacientes, bem como na prevenção e na promoção de saúde.

A medida foi publicada nesta quinta-feira (6/2) pela secretaria municipal de Saúde (SMS) do Rio no Diário Oficial. O documento foi elaborado em parceria com a secretaria estadual de Saúde (SES), com definição de objetivos e metas.

Todas as diretrizes do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde foram respeitados.

Com isso, ficam estabelecidos no plano: Critérios de definição de caso suspeito. Fluxos de notificação e de coleta de amostras laboratoriais. Respostas aos níveis de alerta, com planejamento para cada nível. As internações e transferências de possíveis pacientes, para os 120 leitos, serão coordenadas pela Central de Regulação Unificada.

O documento foi construído por uma equipe técnica experiente e capacitada para lidar com eventos que envolvam múltiplas vítimas. As ações estão alinhadas com o plano de contingência estadual, fundamental para otimização dos recursos humanos e insumos”, disse a secretária municipal de Saúde, Beatriz Busch.

As informações são do portal de notícias G1.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui