Prefeito do Rio, Eduardo Paes, e secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, em reunião - Foto: Reprodução

Nesta semana, a Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro emitiu um decreto que começou a valer nesta sexta-feira, 05/03,no qual, entre outras medidas, o horário de funcionamento de bares e restaurantes do Rio seria reduzido, sendo permitido até às 17h.No entanto, uma decisão liminar, que saiu na noite desta sexta, estende esse horário até às 20h. Diante da situação, a Prefeitura disse que vai recorrer na Justiça.

Em nota, a gestão Eduardo Paes informou que: “A Prefeitura do Rio acaba de ser notificada sobre a liminar que altera parte do decreto 48.573, estendendo o funcionamento de bares e restaurantes até as 20h. A Prefeitura vai recorrer da decisão por entender ser insuficiente o fechamento a partir das 20h. De acordo com a Vigilância em Saúde e a Secretaria de Ordem Pública, o horário das 17h, que consta no decreto, foi estabelecido a partir de orientação técnica para diminuir a circulação de pessoas, evitar aglomeração e garantir o distanciamento social.  Somente este ano, das 284 infrações sanitárias, mais de 87% foram realizadas no período noturno, evidenciando este ser o horário com mais pontos de aglomeração e descumprimento das regras por parte da população”.

Além disso, o comunicado diz que a Secretaria Municipal de Saúde constatou nesta quinta-feira um aumento de 16% dos casos de atendimento de síndrome gripal e síndrome respiratória aguda grave nas unidades de urgência e emergência da cidade, o que reforça a necessidade de maior rigor nas medidas de proteção à vida.

8 COMENTÁRIOS

  1. Um “Sem Moral” que quer colocar ordem na casa. Aprovaram medidas e regras que incentivam a aglomeração no meio ambiente urbano. Restaurantes e bares sabem que quanto mais mesas e cadeiras, ganham mais dinheiro. Empresários estão se lixando se os seus funcionários que tomam transportes lata de sardinha serão contaminados ou se vão contaminar os seus clientes. A economia e o vírus têm que continuar a circular, enquanto, a vida pode parar a qualquer momento.

    Como diz o Doutor Drauzio Varella: “A morte não nos comove mais”.

    #LockdownJá

  2. Engraçado, o povo não quer aceitar medidas restritivas, mas não param de reclamar q os hospitais não tem leitos e não tem atendimentos! Será q as pessoas n conseguem entender q qnt mais tarde os bares e restaurantes ficarem abertos, esses jovens irresponsáveis vão ficar bebendo, cm se já tivessem sido vacinados? Pq é isso q parece, q tdo mundo já está vacinado.

  3. Todos os comerciantes afetados por essa farsa do Dudu nervosinho e Claudio Castro, poderiam ingressar no Judiciário, requerendo a suspensão imediata do pagamento de qq imposto Estadual e Municipal, enquanto durar as restrições. Nada que mais justo, pois além de terem que pagar uma carga tributária muito alta, esses empresários também têm que arcar com a folha de pagamentos dos seus empregados.

  4. Por favor Prefeito, cuidado para não dar uma de João Dória, que está restringindo tudo há tanto tempo e nada de estancar o Vírus. Use a cabeça. Cuidado com a Midia Mesquinha e, os seus Conselheiros para Covid-19 de viés mais à esquerda. Se tu tropeçar em erros, vai ficar falando sózinho. Isso aqui é Rio de Janeiro.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui