Prefeitura do Rio demole construções irregulares em Madureira e Marechal Hermes

Secretaria Municipal de Ordem Pública (SEOP) e a Subprefeitura da Zona Norte realizaram nesta quarta-feira (09/02) uma operação para demolir três construções irregulares erguidas em área pública nos bairros de Madureira e Marechal Hermes, Zona Norte do Rio.

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (SEOP) e a Subprefeitura da Zona Norte realizaram nesta quarta-feira (09/02) uma operação para demolir três construções irregulares erguidas em área pública nos bairros de Madureira e Marechal Hermes, Zona Norte do Rio.

Na Rua Carolina Machado, altura do número 1.842, em Marechal Hermes, uma construção que ocupava área destinada à calçada e que atenderia a um bar foi demolida. No local, equipes da Light encontraram uma ligação clandestina de energia elétrica. Na mesma via, nas proximidades do número 1.990, um banheiro construído ilegalmente sobre a calçada e às margens de um rio também foi demolido. Na esquina com a Rua Saravata, sete estruturas, como trailers e bancas comerciais, fixadas em via pública sem licenciamento da Prefeitura do Rio, foram notificadas por fiscais da Coordenadoria de Controle Urbano (CCU).  

A demolição de construções irregulares em área pública é uma forma de resgatar e devolver às ruas para o cidadão carioca. Seguiremos fiscalizando essas estruturas, com foco na retomada da ordem pública na cidade e no combate às irregularidades” – destacou o secretário de Ordem Pública Brenno Carnevale.

Em Madureira, na Avenida Ministro Edgard Romero, esquina com Rua Leopoldino de Oliveira, uma estrutura, onde funcionava uma peixaria, instalada ilegalmente no espaço público foi demolida. Um ponto de furto de água que abastecia o estabelecimento foi removido pela concessionária Águas do Rio.

O papel da Prefeitura do Rio, além de fiscalizar, é estar atenta para atuar e coibir para que construções como essas não se multipliquem pela cidade. Não há distinção por bairros ou zonas do município. Seguiremos operantes” – afirmou o subprefeito da Zona Norte Diego Vaz.

Participaram da operação agentes de órgãos vinculados à SEOP, entre eles Subsecretaria de Operações (SUBOP) e Coordenadoria de Controle Urbano (CCU), além da Guarda Municipal. A ação teve apoio da Rioluz e da Polícia Militar.  As demolições foram feitas por técnicos da Coordenadoria Técnica de Operações Especiais (COOPE) e da Coordenadoria Geral de Operações Especiais (CGOE) da Secretaria de Conservação.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Absurdo maior que Estrada das Canárias na Ilha do Governador não há. Avenida de três faixas de rolamento com duas ocupadas para servir à construções irregulares como mercadinhos, borracheiro, oficinas mecânicas em prédios que deverão desabar como dominó construídos em invasões.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui