Divulgação: Prefeitura

A Prefeitura do Rio de Janeiro, através da Secretaria de Meio Ambiente(SMAC), demoliu um loteamento clandestino em construção em uma Área de Preservação Permanente (APP), em Guaratiba, Zona Oeste do Rio, nesta sexta feira (19/02). A ação contou com a participação de vários operários da Prefeitura, com o apoio de 25 policiais militares, e o uso de uma retroescavadeira.

Os agentes da Prefeitura encontraram no local 8 construções ilegais desocupadas, localizadas às margens da Avenida Dom João VI, próximo a um acesso do Túnel da Grota Funda. Com aproximadamente 30 mil metros quadrados, a área das construções irregulares pertence ao município e havia sido desapropriada visando à duplicação das vias.

A Prefeitura vinha lutando contra as ações do responsável pelas construções irregulares desde julho de 2019, impondo diversos embargos e emitindo notificações, que eram regiamente descumpridas por ele. Através de imagens de satélite, o poder público municipal verificou que o Rio Olaria teve o seu curso totalmente modificado.

O secretário municipal de Meio Ambiente, Eduardo Cavaliere, acompanhou a ação e ressaltou que a grilagem de terras tem devastado os recursos naturais da cidade. Ainda segundo o secretário, o poder público municipal não vai mais tolerar a desordem pública na cidade. “Desde o início de nossa gestão o recado tem sido bastante claro: não vamos mais tolerar o vale-tudo que beneficia atividades econômicas criminosas. Quer construir? Siga as regras ambientais e urbanísticas“, alertou Cavaliere.

O Coordenador de Defesa Ambiental da Secretaria, coronel José Maurício Padrone, afirmou que as operações de defesa ambiental vão continuar, pois a sociedade exige uma retomada da autoridade ambiental por parte da Prefeitura.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui