Prefeitura do Rio e Unisuam garantem graduação gratuita a vencedores do concurso Favela Inova

O Favela Inova, que contou com a participação de 100 concorrentes, tem como objetivo a capacitação profissional e empresarial dos jovens

Jovens participantes do Inova Favela / Divulgação

A Secretaria Especial da Juventude Carioca (JUVRio), em parceria com o Centro Universitário Augusto Motta (Unisuam), realizaram, nesta sexta-feira (5), o Demo Day da 2ª edição do Favela Inova. O evento é uma competição entre startups para o desenvolvimento e apresentação de novos negócios a investidores de diferentes áreas. Com o tema “O seu território não é um limite, mas sim um impulsionador”, o Favela Inova premiou os melhores projetos nas categorias “Germinação”, para desenvolver e testar ideias em estágio inicial, e “Incubação”, voltada para projetos em fase de desenvolvimento e testagem.

Turistando RJ foi o grande vencedor na categoria “Incubação”. Em segundo e terceiro lugares ficaram:  Favela Tem Delivery e Sassan (Soluções Naturais), respectivamente. Na categoria “Germinação”, o vencedor foi o FavelApp, com o Imagina; e Foco, em segundo lugar. Enviapages, Turistando RJ, Educa Rio foram escolhidos os melhores projetos na votação popular.

O Favela Inova, que contou com a participação de 100 concorrentes, entre 18 e 29 anos, tem como objetivo capacitar profissionalmente e empresarialmente os jovens moradores de favelas cariocas. As startups que conquistaram a primeira colocação terão bolsas de estudo de 100% gratuitas ofertadas para cada integrante da equipe, além de 4 meses de gratuidade, no espaço de coworking do Pólen, da Unisuam.

A palavra de hoje é transformação, um pacto pela juventude da cidade do Rio de Janeiro. Nós, enquanto poder público, com o compromisso de mudar o Rio para melhor, criamos uma série de iniciativas para apoiar o trabalho que vocês já fazem. Para isso, precisamos de parcerias. Aqui, contamos com a Unisuam nesse projeto do Favela Inova. Todos vocês que estão aqui já são muito vitoriosos, transformando as comunidades onde vivem,” afirmou o secretário da juventude, Salvino Oliveira.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui