Imagem meramente ilustrativa de pessoas ''abraçando'' o Centro de Acolhimento LGBTI, na Lapa, em 17 de maio de 2021 - Foto: Fernando Maia/Prefeitura do Rio

A Coordenadoria Executiva da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio financiará o Projeto Capacitrans, de capacitação profissional de pessoas LGBTQI+. A primeira turma contemplada pela parceria terá 30 alunos em situação de vulnerabilidade social e focará em dois eixos: moda e gastronomia.

Coordenado pela ativista Andréa Brazil, o Capacitrans existe há 2 anos e meio e já formou mais de 60 pessoas. Para o financiamento, serão repassados R$ 20 mil.

As aulas começam nesta semana e seguem até dezembro, de maneira totalmente online. O processo seletivo foi realizado pelo Capacitrans, por meio de inscrições via redes sociais. Durante o curso, os alunos desenvolverão projetos visando à construção de seus próprios empreendimentos.

O empreendedorismo é uma saída importante para a questão da empregabilidade de pessoas LGBTI+, que enfrentam, ainda, muitas barreiras de acesso ao mercado do trabalho. Neste sentido, o trabalho do Capacitrans tem sido fundamental para a nossa cidade – ressalta o coordenador executivo da Diversidade Sexual do Rio, Carlos Tufvesson.

Iniciativa é fundamental após impacto causado no mercado de trabalho pela pandemia.

A parceria com a Prefeitura é crucial pois viabiliza que novos empreendedores LGBTI+ possam conquistar empoderamento e movimentar a economia em nosso município. Depois de uma fase caótica da pandemia, onde pessoas trans e LGBs em vulnerabilidade estavam “desempregades”, sem rumo ou sonhos, esta iniciativa foi um sopro de esperança para nossa população carioca – afirma Andréa Brazil.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui