Foto: Reprodução

A Prefeitura do Rio, por meio da Guarda Municipal do Rio(GM-Rio) e da Secretaria Municipal de Saúde(SMS), inaugurou nesta terça-feira, 27/04, uma base avançada para a vacinação dos guardas municipais na sede da GM-Rio, em São Cristóvão, na Zona Norte do Rio. O primeiro dia de vacinação contou com a presença do comandante da GM-Rio, Inspetor Regional José Ricardo Soares da Silva, e dos secretários municipais de Saúde e Ordem Pública, Daniel Soranz e Brenno Carnevale.

Hoje é um dia muito especial para nossa instituição. A vacina é  mais um meio de proteção do efetivo que está diariamente nas ruas da cidade atuando na linha de frente das medidas estabelecidas pela Prefeitura do Rio para a redução do novo coronavírus”, afirma o inspetor José Ricardo. 

O primeiro guarda municipal a receber a vacina foi o inspetor Aílton Ramos, coordenador regional do Centro.”Estou muito feliz por esse momento. Sei que mesmo vacinado tenho que seguir atento ao protocolo de prevenção a esse vírus. Estamos na linha de frente e receber essa vacina nos dá segurança e mais vontade ainda de continuar a cuidar do próximo“, disse emocionado o inspetor Ramos que tem 59 anos de idade e está prestes a completar 30 anos de serviço à instituição.

Nesta semana, o município iniciou um novo calendário de vacinação contra a Covid-19 voltado aos seguintes grupos prioritários: trabalhadores de serviços essenciais (limpeza urbana, guardas municipais, motoristas e cobradores de ônibus e condutores do transporte escolar, saúde), profissionais de educação, pessoas com comorbidades (incluídas na lista do Programa Nacional de Imunizações/PNI), gestantes com comorbidades, pessoas com deficiência e profissionais das forças de segurança. Com exceção das gestantes com comorbidades, para todos os demais grupos a vacinação segue escalonamento por idade e gênero, começando por 59 anos.

O efetivo da Guarda Municipal está atuando na linha de frente de ações promovidas pela Prefeitura do Rio para combater o avanço do coronavírus. Entre as ações realizadas diariamente pelos guardas municipais estão a fiscalização das medidas sanitárias restritivas de proteção à vida e também o apoio de trânsito no entorno dos postos de vacinação estabelecidos pela SMS.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Babi Wentz
carioca, estudante de Letras na UFRJ. Nascida numa segunda-feira de carnaval, se apaixonou muito cedo pela arte das Escolas de Samba. Moradora da Taquara, é Zona Oeste desde os onze anos; não dispensa um passeio pelo Centro, uma ida ao Parque de Madureira, uma volta pela Cidade das Artes ou qualquer outro evento que consiga ir. Gosta de teatro e música, às vezes se arrisca nessas áreas. Também é pseudônimo de Bárbara de Carvalho.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui