Foto: Estefan Radovicz/Agencia O Dia

O secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, afirmou, na manhã desta sexta-feira (23/07), durante a divulgação de mais um Boletim Epidemiológico que manteve as restrições na capital fluminense até 09/08, que, por ora, não há nenhuma novidade em relação ao retorno do públicos aos estádios de futebol da cidade.

Para justificar a continuidade do panorama atual, isto é, sem torcedores assistindo aos jogos no Rio presencialmente, Soranz citou as finais da Libertadores, ocorrida em 30/01, e da Copa América, no último dia 10/07, ambas no Maracanã, que tiveram presença de público. Segundo ele, houve desrespeito às determinações impostas previamente pela Prefeitura, com registros de aglomeração.

”Não há novidade. É claro que a gente está avaliando, mas, como falamos na última coletiva, houve 2 descumprimentos por parte da Conmebol [Confederação Sul-Americana de Futebol]. Não cumpriram o protocolo que foi acordado. Isso gera insegurança para continuarmos autorizando. Os protocolos estão sendo discutidos com muitos detalhes”, disse.

Vale lembrar que o Flamengo havia solicitado à Prefeitura do Rio que pudesse receber torcedores no Maracanã na partida contra o Defensa y Justicia, pelas oitavas de final da Libertadores. No entanto, devido à negativa, o jogo, ocorrido na última quarta-feira (21/07), acabou sendo realizado em Brasília – e com público.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui