Praia cheia no Rio de Janeiro / Reprodução Internet

A Prefeitura do Rio de Janeiro apertou ainda mais o cerco contra a disseminação da Covid-19 no município, com a publicação, nesta sexta-feira (19/03), de um novo decreto no Diário Oficial da cidade. O texto impõe o fechamento das praias da cidade, neste final de semana, entre das 00h de sábado (20/03) até às 05h de segunda-feira (22/03).

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, adiantou durante a inauguração do BioParque, nesta quinta-feira (18/03), não descarta a possibilidade de lockdown no município. O atual decreto impõe restrições mais duras em relação ao uso das praias, onde também estão proibidos a prática de esporte, o comércio ambulante e o banho de mar. Também está proibido estacionamento na orla, sendo que, apenas, moradores identificados, idosos, portadores de necessidades especiais, hóspedes de hotéis e táxis estão autorizados a estacionar.

A Prefeitura também proibiu a entrada de ônibus e outros veículos fretados na cidade do Rio, exceto os que prestam serviços regulares para os funcionários de empresas ou para hotéis. Neste caso, os passageiros precisam confirmar a reserva de hospedagem.

Eduardo Paes já havia decretado restrições mais enérgicas na semana passada, quando a ocupação de leitos de UTI na rede SUS da capital fluminense – incluindo leitos municipais, estaduais e federais, era de 95%.

5 COMENTÁRIOS

  1. A Cedae avisa que vai faltar água. Todos em casa!. Beleza, calourão, etc.
    Paes está procurando chifre na cabeça de gato.
    É bom repensar atitudes mal construídas.
    Crivella já fez isso e foi mal sucedido.

  2. Retrato real da vida: ‘Vendi as panelas para comprar pão e pé de galinha’: os relatos da fome no Brasil:
    Com os R$ 30 que lhe pagaram pelo material, comprou um pacote de pão e 5 quilos de pé de galinha, que vão virar almoço e jantar para ela e o marido até o fim da semana.

    “Pra outra semana eu não tenho mais panela pra vender. Não sei o que vou fazer.”

    Mais: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-56449550

  3. Vocês não dizem qual é o Decreto. Não sabem ou não existe nebhum decreto publucado no Diário Oficial do Município? É tudo só de boca e a imprensa divulga como se fosse verdade?

  4. Eu acho que isso é o medo das manifestações a favor do Presidente Bolsonaro. Mas ainda tem a ADI que a AGU protocolou no STF para derrubar todos esses decretos inconstitucionais de governadores e prefeitos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui