Reprodução: Internet

A vacinação enfrenta mais um problema no Rio de Janeiro. Segundo informações da “BandNews”, pelo menos duas idosas receberam doses de vacinas diferentes entre a primeira e a segunda dose na Clínica da Família Candinho, em Vista Alegre, na Zona Norte do Rio.

As irmãs Solange Lopes Costa, de 67 anos, e Sandra Lopes Martins, de 66 anos, receberam a primeira dose da vacina AstraZeneca, em 27 de janeiro. No entanto, ao retornarem ao posto para tomarem a segunda dose após quase três meses, receberam o imunizante CoronaVac.

O erro na troca das vacinas só veio à tona porque a filha de Solange, Carla Lopes estava presente e pediu para ver os frascos. Dessa forma, ela conseguiu a confirmação do erro.

A troca de vacinas não é recomendada pelo Ministério da Saúde. Ainda não há estudos que apontem as consequências nas pessoas que tomam uma dose de cada imunizante e não há garantias de que a pessoa vacinada estaria protegida.

Em nota à “BandNews”, a Secretaria Municipal de Saúde informou que a coordenação da Clínica da Família Candido Ribeiro da Silva Filho identificou o problema e que as idosas vão ser monitoradas pela unidade. A pasta destacou ainda que os processos de trabalho e fluxos foram reforçados com a equipe da clínica.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui