Aula inaugural do curso Líderes que Transformam / Divulgação

Líderes que Transformam, curso que terá início na segunda-feira (09/08) e contará com aulas presenciais e online, será a nova aposta da Secretaria Especial da Ação Comunitária da Prefeitura do Rio, para transformar as vidas de moradores de comunidades carentes da cidade, bem como do próprio município.

O secretário municipal de Fazenda e Planejamento, Pedro Paulo Carvalho, prestigiou a aula inaugural do curso e destacou todo empenho do atual governo em desenvolver os recursos materiais e humanos do Rio de Janeiro. “São 93 metas ambiciosas e 230 projetos. Vamos investir 14 bilhões de reais, em quatro anos, em metas que além de serviços de infraestrutura, como saneamento e transporte, vão reduzir as desigualdades sociais e de gênero. Metas que vão capacitar as mulheres, metas voltadas para as comunidades com geração de trabalho e renda como a volta do gari comunitário e os guardiões dos rios”, disse Pedro Paulo que, também deu ênfase às vitórias obtidas pela Prefeitura desde o início da atual legislatura de Eduardo Paes. “Em seis meses pusemos a casa em ordem, recuperamos as finanças. Hoje já temos R$ 4 bilhões em caixa. Antecipamos o décimo terceiro salário, e nossos fornecedores, agora, têm dia para receber”, afirmou Pedro Paulo.

À frente da Secretaria Especial de Ação Comunitária (SEAC) está Marli Peçanha, proveniente de favela e servidora pública que, segundo Pedro Paulo Teixeira, cumprirá um papel importantíssimo para a formação de novas lideranças.  “Ela é preta, professora, servidora pública. Optou por ensinar para a comunidade, formar líderes e reduzir os impactos da pobreza e da desigualdade”, destacou o secretário.

Marli Peçanha, por sua vez, enfatizou que para desenvolver um bom trabalho nas favelas do Rio é preciso que o voluntário tenha humildade e tenha amor pela região e seus moradores. “Temos que aprender a dividir. Não somos nada só. Não nascemos sabendo. A gente aprende todos os dias. Todos são capazes, mas a troca de experiência é que nós faz avançar e chegar onde queremos”, afirmou a servidora. Marli reafirmou também o compromisso estabelecido pelo poder público municipal de dialogar com moradores e lideranças das favelas.

Participaram da aula inaugural Igor Val Passos, pro reitor da Diretoria de Extensão do IFRJ, que representou o reitor Rafael Almada; o defensor público Nilson Bruno e a assistente social Fabiana Rodrigues de Paula Neto. Todos ministrarão disciplinas no curso.

A presidente da Riotur, Daniela Maia, os secretários da Juventude, Salvino Oliveira, e da Promoção e Políticas da Mulher, Joyce Trindade, o subsecretário de Ação Comunitária, Hércules Mendes, e o presidente da Cidade das Artes, Cláudio Versani, também estiverem presentes no evento.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui